17:27

Carlos César (PS) puxa orelhas ao PSD

“Senhor deputado Montenegro, a Assembleia não é um circo, respeite quem está a intervir”

17:27
VÍDEO

Vieira da Silva acusa Passos de ser contra o aumento do salário mínimo

Ministro do Trabalho volta a atacar líder do PSD: "Finalmente! Finalmente a palavra que faltava! O presidente do PSD disse que o aumento do salário mínimo é excessivo! Finalmente!"

25 jan 2017, 17:27
17:26

Carlos César (PS)

"A perplexidade e a contradição neste processo não são, pois, geradas por quem faz o que se esperava que pudesse fazer, como são os casos dos partidos à esquerda do PS que apoiam o Governo. O que é perturbador para a credibilidade política e dos partidos é quem faz agora o que nunca alguém pensaria que pudesse fazer, negando o que já fez e o que a sua condição determina que devia fazer, como é o caso do PSD nesta Assembleia"

17:24

Carlos César (PS): "Com o BE, o PCP e o PEV não há razões para equívocos"

O PS "conhecia, compreende e aceita a posição, sobre este tema, dos partidos que apoiam o Governo, embora dela discorde. Todos sabíamos e sabemos que discordam da medida que hoje propõem fazer cessar. Com o BE, o PCP e o PEV não há razões para equívocos. Todos sabemos que partilham com o Governo o objetivo principal - o objetivo principal neste caso foi e é o aumento do salário mínimo nacional"

17:22

Carlos César (PS)

"O PS votará a favor da concertação social, que é como quem diz, do acordo celebrado" pois o partido defende que isso é “uma mais-valia para a estabilidade social e para a estabilidade política”

17:16

Carlos César (PS)

"Se é certo que não compete à concertação social decidir, também é certo que é da prática histórica e institucional da democracia portuguesa respeitar os resultados dessa concertação. Não é porém essa a vontade deste Parlamento"

17:14

Filipe Anacoreta Correia (CDS): Gerinconça faz história "por más razões"

"Governo tem o apoio de quem lhe retira condições de cumprir a sua palavra. É, pela primeira vez, na história da nossa democracia, que uma circunstância destas ocorre. A 'geringonça' continua a fazer história, infelizmente para nós, por más razões"

17:08

Filipe Anacoreta Correia (CDS)

Deputado diz que há uma "voz" que diz que "sim, é banal, que este governo se suporte numa maioria que não suporta em questões de maior importância, sim, é normal vermos um primeiro-ministro a mentir diante de um órgão de soberania no exercício de funções, sim, é banal, vermos um Governo rasgar acordos com a assinatura do primeiro-ministro, acordos que rasga porque não consegue cumprir mas que assinou e já sabia que não tinha condições para os cumprir. Se tudo isto ocorre pacificamente, as instituições não podem estar a viver os seus melhores dias".

17:03
VÍDEO

"O que levou o PSD a dar esta pirueta?"

Deputado do BE José Soeiro questionou o PSD sobre a vontade de aumentar o salário mínimo nacional e ataca a “incoerência” dos sociais-democratas

25 jan 2017, 17:03
17:02

Luís Soares (PS)

"Este debate pode ser mais ou menos difícil, e para o PS é menos difícil por que chegamos a este ponto com um amplo consenso social (de aumento do salário mínimo nacional) partindo da concertação social e até com o Presidente da República"

17:00
VÍDEO

Vieira da Silva: "Esta medida é excecional e transitória"

Ministro do Trabalho da Solidariedade e da Segurança Social admite que acordo é "exigente" para algumas empresas, mas diz que é "mentira" que seja o Estado a "suportar os custos"

25 jan 2017, 17:00
16:59

Tiago Barbosa Ribeiro (PS): "O único problema que o PSD cria é a si próprio"

"PSD esta tarde prepara-se para chumbar esta medida e nós continuamos sem saber porquê. O PSD quer uma redução estrutural da TSU como em 2011? Estamos contra."

16:58

Tiago Barbosa Ribeiro (PS)

"Por mais piruetas que o PSD tente fazer, por mais incoerências que demonstre, todos sabemos que o PSD nunca esteve contra a baixa da TSU, mas sim contra o aumento do salário mínimo nacional"

16:56

Tiago Barbosa Ribeiro (PS)

"PS cumpriu os acordos com os aliados parlamentares, cumpriu o programa de Governo e o aumento do salário mínimo"

16:53

Vieira da Silva (PS) e o aumento do salário mínimo nacional

Respondendo a Cecília Meireles, o ministro diz que a deputada gosta de "discutir o passado", acrescentando que não tem nenhum "problema em afirmar" que "esteve presente no primeiro acordo sobre crescimento do salário mínimo".

É verdade que o acordo significava duas fases para o aumento do salário mínimo nacional. A primeira parte foi concluída, mas, na segunda, houve a maior recessão desde a Segunda Guerra Mundial que levou a um entendimento de alterar o ritmo de crescimento do salário mínimo"

16:51

Vieira da Silva (PS)

"PS mantém-se fiel ao seu compromisso" mas "existem reduções temporárias, e até definitivas, da TSU, que não colocam em causa a Segurança Social".

16:50

Cecília Meireles (CDS): "Mais Governo e menos teatro"

“Se não precisam de nós, sentem-se com aqueles partidos [de esquerda] e governem. Se assim é: menos teatro e mais governação.”

16:49

Cecília Meireles (CDS)

Deputada diz que Vieira da Silva "deu um grande contributo" para a "encenação" desta tarde ao defender o salário mínimo.

É o mesmo ministro que assina o memorando que congela o salário mínimo nacional que agora vem defender o aumento".

16:45

Cecília Meireles (CDS)

"Creio que se há palavra que descreve este debate é encenação"

16:44

Heloísa Apolónia (Os Verdes)

Deputada sugere dividir o Parlamento em três grupos:

  • PSD e CDS - que não defendem o aumento do salário mínimo nacional 
  • PS e BE - que decidiram não ir mais longe do que os 557 euros este ano
  • PCP e Verdes - que queriam um salário mínimo nacional de 600 euros já este ano