Últimas Covid-19

Todas as notícias sobre o novo coronavírus que está a preocupar as autoridades a nível mundial.
26 Outubro 2020
5 jun, 16:38

Associação do Alojamento Local considera "justa" isenção do pagamento por conta

A Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP) considerou hoje “justa” a decisão do Governo de isentar o setor do pagamento por conta do IRC, mas defendeu a necessidade de se “ir mais além” nos apoios.

Acho que era algo justo e essencial, sobretudo num ano que vai ser muito difícil para o setor. Não fazia sentido ter de proceder ao seu pagamento, existindo apenas prejuízo”, sublinhou o presidente da ALEP, Eduardo Miranda.

A isenção até 100% do pagamento por conta do IRC para os setores do alojamento e restauração e para as empresas com quebra de faturação superior a 40% no primeiro semestre de 2020 foi uma das medidas apresentadas na quinta-feira pelo Governo no âmbito do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES).

Segundo explicou o primeiro-ministro, António Costa, a isenção para o setor do alojamento é total, independentemente de existir ou não quebra de faturação.

Outra medida anunciada pelo Governo e que a ALEP considera positiva é o prolongamento por mais um mês do regime de lay-off simplificado, que vigorará até julho (podendo depois manter-se apenas para as empresas que permaneçam encerradas), sendo substituído por três mecanismos alternativos consoante a quebra de faturação das empresas.

São medidas que nós vemos com muito bons olhos, mas que são insuficientes para ajudar o setor”, ressalvou.

Nesse sentido, Eduardo Miranda defendeu a necessidade de o Governo rever duas medidas que “estão a prejudicar os empresários do alojamento local”, nomeadamente as isenções de pagamento à Segurança Social (SS) e a questão das "mais-valias" sobre os imóveis.

 



AO MINUTO

12:08

Pandemia ameaça ainda mais objetivos da ajuda ao desenvolvimento

A ajuda pública ao desenvolvimento prestada pela União Europeia regrediu pelo terceiro ano consecutivo em 2019, ainda antes do surgimento da pandemia da covid-19, revela o relatório anual hoje publicado pela rede de organizações não-governamentais Concord.

O «AidWatch2020» demonstra que, apesar de um aumento de 3 mil milhões de euros, a ajuda ao desenvolvimento em proporção do Rendimento Nacional Bruto (RNB) combinado dos 27 Estados-membros da UE caiu pelo terceiro ano consecutivo, denunciando a Concord que, mantendo-se o atual ritmo, o objetivo de destinar ajuda genuína equivalente a 0,7% do RNB, que deveria ser atingido em 2030, só o será quatro décadas mais tarde, em 2070.

Reconhecendo que a UE continuou a ser em 2019, e de forma destacada, o maior doador a nível mundial, ao investir no total 78 mil milhões de euros em ajuda pública ao desenvolvimento, o relatório aponta que tal representa 0,46% do seu RNB combinado, valor abaixo daquele verificado em 2018 (0,47%) e nos dois anteriores (0,49% em 2017 e 0,51% em 2016).

12:07

Jornadas da Rede Europeia de Turismo Sustentável em formato online

 As VI Jornadas da Rede das Cartas Europeias de Turismo Sustentável (CETS) de Espanha e Portugal, vão decorrer no Sabugal, nos dias 04 e 05 de novembro, em formato ‘online’ devido à pandemia da covid-19, foi hoje anunciado.

O município do Sabugal refere em comunicado que as jornadas, inicialmente programadas para março e posteriormente adiadas para novembro, devido às medidas de confinamento decorrentes da covid-19, foram “pensadas como umas jornadas presenciais”, mas a organização optou agora por uma realização ‘online’, dada a evolução crescente da pandemia em ambos os países.

As jornadas são uma iniciativa das áreas protegidas ou classificadas espanholas e portuguesas “que têm obtido esse reconhecimento e pretendem favorecer a comunicação entre os atores implicados no projeto e potenciar as ações e o trabalho em rede ao nível da Península Ibérica”.

12:04

Ligação fluvial luso-espanhola pelo Guadiana interrompida na terça-feira

A ligação fluvial entre Vila Real de Santo António e Ayamonte (Espanha) vai ser interrompida na terça-feira e só deverá ser retomada em dezembro, disse fonte da empresa portuguesa que assegura o serviço em parceria com uma espanhola.

Francisco Santos, gerente da Empresa de Transportes do Rio Guadiana, que gere a embarcação portuguesa da ligação por “ferry” entre as duas margens junto à foz do rio, explicou à agência Lusa que na base desta interrupção do serviço está uma decisão da embarcação espanhola de deixar de operar devido aos efeitos da pandemia de covid-19, numa altura em que o “ferry” português está no estaleiro para manutenção e renovação de licença caducada para poder voltar a operar.

“Quando uma das embarcações tem de ir ao estaleiro para reparações e para renovação de licença, a outra mantinha o serviço em atividade, mas a empresa espanhola decidiu deixar de operar porque há pouco movimento e não lhe compensa manter o serviço”, afirmou Francisco Santos.

11:03

Aulas presenciais na Praia retomadas em 02 de novembro

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, anunciou hoje que as aulas presenciais na cidade da Praia serão retomadas em 02 de novembro e não descarta um alívio no nível de restrições a partir do final deste mês.

Investimos para abrir o ano escolar com medidas adequadas. Dia 02 de novembro, as aulas presenciais iniciarão na cidade da Praia”, anunciou Ulisses Correia e Silva, ao explicar esta manhã, no parlamento, as respostas do executivo à crise provocada pela covid-19 no arquipélago, sendo este também o primeiro debate na Assembleia Nacional, com o chefe do Governo, desde julho.

As aulas presenciais do ano letivo 2020/2021 em Cabo Verde arrancaram em 01 de outubro, com exceção da Praia, devido ao nível de transmissão da covid-19 na capital. Em todo o país, as aulas presenciais no ano letivo anterior foram suspensas em março e não chegaram a ser retomadas, até este mês, devido à pandemia de covid-19.

09:41

Acordo entre Novartis e Molecular Partners para potenciais tratamentos

A gigante farmacêutica suíça Novartis anunciou hoje um acordo com a empresa suíça de biotecnologia Molecular Partners para desenvolver dois potenciais tratamentos para a covid-19.

O acordo é para a pesquisa e comercialização de dois tratamentos antivirais em fase de desenvolvimento inicial - MP0420 e MP0423 -, informou a Novartis em comunicado.

Esses dois tratamentos em estudo podem ser usados na prevenção e tratamento para a covid-19, disse a Novartis.

09:30

Rússia regista segundo recorde diário consecutivo com 346 mortes

A Rússia registou hoje pelo segundo dia consecutivo um recorde do número de mortes diárias devido à covid-19 desde o início da pandemia, com um total de 346 mortes nas últimas 24 horas, informaram as autoridades.

Segundo as estatísticas oficiais, 16.292 novos casos positivos de SARS-CoV-2 foram detetados no último dia, 3.670 deles em Moscovo, que é o principal foco infeccioso do país.

A capital russa acumula 409.022 casos do novo coronavírus e 6.578 mortes pela covid-19, 75 delas nas últimas 24 horas.

09:16
09:16
09:16

SNS está mais bem preparado para enfrentar pandemia

O Sistema Nacional de Saúde está agora mais bem preparado para enfrentar a covid-19, segundo um estudo hoje divulgado pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, que alerta para a necessidade de “não baixar a guarda” no controlo da pandemia.

As opiniões dos executivos da saúde foram recolhidas no âmbito de um inquérito para um trabalho denominado “Aprender com a covid-19”, que sublinha também a necessidade de novos reforços orçamentais e de profissionais.

Um relatório elaborado na sequência do estudo refere que houve “uma rápida curva de aprendizagem” com a resposta à pandemia e muitas das mudanças ocorridas e que da experiência adquirida servirão para “consolidar um sistema de saúde mais forte, mais eficiente e coordenado”.

09:16
08:02

Governo timorense defende endurecimento de medidas de estado de emergência

O Governo timorense defendeu hoje o endurecimento de medidas para combater a pandemia de covid-19, incluindo uso obrigatório de máscaras em recintos públicos, apesar de a situação do país não se ter alterado em vários meses.

O uso de máscara foi recomendado pelo próprio Presidente da República no decreto do estado de emergência. O senhor Presidente destacou a necessidade de retomar algumas medidas para prevenir a proliferação do contágio do vírus cá em Timor, considerando que o mundo está a registar um aumento enorme de casos e vários países estão numa nova vaga”, disse à Lusa Fidelis Magalhães, ministro da Presidência do Conselho de Ministros.

“Ainda não temos casos, mas como sabe o aumento está a ser registado na Indonésia. É melhor prevenir e esta é a única solução que temos. Para que o Governo não esqueça a gravidade da situação e para a população não esqueça a gravidade do vírus, mantendo a vigilância”, afirmou.

07:54

Índia com 43.893 novos casos e recorde de infeções na capital

A Índia registou 43.893 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, com um novo recorde na capital, Nova Deli, que diagnosticou 4.853 infetados num só dia, segundo dados do Ministério da Saúde indiano.

Desde que a pandemia chegou ao país, a Índia contabilizou quase 8 milhões de infeções (7.990.322), que provocaram 120.010 mortes, com 508 óbitos registados nas últimas 24 horas.

Apesar de uma redução gradual do número diário de casos nas últimas semanas, que chegaram a rondar os cem mil em setembro, a Índia continua a ser o segundo país do mundo com mais infeções, a seguir aos Estados Unidos, atualmente com mais de 8,7 milhões de casos.

07:50

Argentina com 14.308 casos num só dia, Maradona em isolamento

A Argentina registou 14.308 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, no mesmo dia em que Diego Maradona decidiu ficar em isolamento, por precaução, após ter tido contacto com uma pessoa com sintomas da doença.

O antigo internacional argentino e atual treinador da equipa da primeira divisão Gimnasia y Esgrima de la Plata anunciou na terça-feira que decidiu permanecer em isolamento até receber o resultado dos testes à covid-19.

O campeonato de futebol deverá recomeçar esta semana, depois de ter sido interrompido em março, para travar a progressão da doença no país.

07:49

China soma 22 casos locais e 20 oriundos do exterior

A Comissão de Saúde da China anunciou hoje terem sido identificados 22 casos de contágio local, nas últimas 24 horas, na região de Xinjiang, extremo noroeste do país, e 20 casos oriundos do exterior.

No domingo, a China localizou um surto na cidade de Kashgar, mas até agora os casos detetados eram assintomáticos.

A China não inclui pessoas infetadas assintomáticas nas estatísticas oficiais até que apresentem sintomas da doença.

07:42

Mais 643 mortos e 5.942 casos no México em 24 horas

 O México registou 643 mortos e 5.942 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, informaram as autoridades.

O número total de óbitos subiu para 89.814 e o de contágios para 901.268 desde o início da pandemia.

As autoridades adiantaram que 659.473pacientes já foram dados como recuperados.

07:40

EUA registam 928 mortos e mais de 75 mil casos nas últimas 24 horas

Os Estados Unidos registaram 928 mortos por covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Com este balanço, o país atingiu os 226.604 óbitos, com 8.773.407 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia, depois de terem sido identificados 75.697 contágios nas últimas 24 horas.

Nova Iorque é o estado com maior número de mortos (33.424). Só na cidade de Nova Iorque morreram 23.978 pessoas.

00:17
23:39
VÍDEO

Restrições em Itália: “A vida das pessoas complicou-se”

Em Itália, já foram tomadas várias medidas restritivas para travar a pandemia de covid-19.

Isabel da Rocha, residente em Nápoles, explica que as restrições estão a ser mal recebidas pela população que receia um impacto devastador na economia local.

Ontem às 23:37
23:31
VÍDEO

Confinamento em França: “Muito muito provável”

O governo francês não exclui a hipótese de voltar a restabelecer um confinamento total no país, durante quatro semanas.

Hermano Sanches, vereador de Paris, considera que a situação em França está a ficar descontrolada e acredita que haverá medidas mais drásticas num futuro próximo.

Ontem às 23:18
23:25
VÍDEO

Covid-19: “É fundamental que não existam eventos que favoreçam a aglomeração de pessoas”

Raquel Duarte Bessa, ex-secretária de estado da saúde, reiterou que “é fundamental colocar um travão na transmissão” do novo coronavírus.

A pneumologista disse que é imperativo cessar a realização de eventos que fomentem aglomerações de pessoas e não exclui que possam ser necessárias medidas mais restritivas em Portugal.

Ontem às 23:19
Loading

N�o existem mais eventos...