16:51
VÍDEO

CDS: “Temos a ideia que nem em Belém se conhecerá o plano do Governo”

No debate parlamentar, Telmo Correia, deputado do CDS-PP, criticou o facto de a Assembleia da República estar reunida para deliberar a renovação do estado de emergência sem conhecer o plano de desconfinamento. O centrista vai mais longe e questiona-se se o próprio Marcelo Rebelo de Sousa conhece detalhadamente as intenções do Governo.

11 mar 2021, 16:44
16:41
Politica
Novas variantes obrigam a um "desconfinamento gradual e faseado", diz Governo
EM ATUALIZAÇÃO
16:41
VÍDEO

PAN e PEV querem desconfinamento “planeado”

No debate parlamentar de renovação do estado de emergência, Inês Sousa Real, deputada do PAN, e Mariana Silva, do PEV, entendem que é tempo de Portugal avançar para um desconfinamento “planeado”.

11 mar 2021, 16:41
16:41
VÍDEO

PCP considera “absurdo fazer o debate público” sem plano de desconfinamento

No debate parlamentar de renovação do estado de emergência, João Oliveira, deputado do PCP, criticou o Governo por ainda não ter apresentado o plano de desconfinamento.

11 mar 2021, 16:48
16:38
VÍDEO

PS: “Os sacrifícios feitos permitem-nos a esperança”

No debate parlamentar de renovação do estado de emergência, Cláudia Santo, deputada do PS, relembrou que os sacrifícios feitos por todos os cidadãos no combate à pandemia têm um propósito.

11 mar 2021, 16:37
16:26
Politica
Parlamento aprova renovação do estado de emergência até 31 de março
O período de estado de emergência que se encontra em vigor termina às 23:59 da próxima terça-feira, 16 de março. Siginifca isto que esta renovação terá efeitos a partir do dia 17 e estender-se-á até ao dia 31 de março
16:24
VÍDEO

“A Assembleia da República é hoje um palco de maior agressividade política”

Pedro Santos Guerreiro analisou o debate no Parlamento sobre a renovação do estado de emergência, na TVI24, no programa “Os Qu4tro”.

11 mar 2021, 16:18
16:24
VÍDEO

“Ficamos sem perceber o que quer quem está contra o estado de emergência”

Filipe Santos Costa analisou o debate no Parlamento sobre a renovação do estado de emergência, na TVI24, no programa “Os Qu4tro”.

11 mar 2021, 16:23
16:24
VÍDEO

PSD: “Durante um ano e no que respeita ao vírus não fomos adversários políticos”

No debate parlamentar de renovação do estado de emergência, Fernando Negrão, do PSD, relembrou que o partido abdicou de fazer oposição em prol do combate à pandemia de covid-19.

11 mar 2021, 16:34
16:19

Mariana Vieira da Silva: "Portugal tem hoje condições para iniciar um processo de levantamento das medidas de confinamento" 

Mariana Vieira da Silva começou por lembrar que o último ano foi "muito difícil para todas e todos os portugueses e para todos os setores", mas que Portugal está num bom caminho. 

"Portugal tem hoje, como foi dito por todos os especialistas, condições para iniciar um processo de levantamento das medidas de confinamento". 

A ministra de Estado e da Presidência assegurou que isso só é possível graças "ao esforço de todos os portugueses".  

"Este desconfinamento tem de ser gradual e faseado" porque vai aumentar o número de novos casos, mas também pelas novas variantes. 

Respondendo ao deputado do Fernando Negrão (PSD), Mariana Vieira da Silva disse que a "responsabilidade comum não é só para ser assumida quando importa, é para ser assumida sempre".

Uma reação que surge depois do social-democrata ter dito que o partido votou a favor de todos os estados de emergência, mesmo não apoiando algumas medidas, por uma questão de "responsabilidade comum". 

Graças à vacinação e ao maior conhecimento do vírus, "temos hoje razões para encarar o futuro com mais confiança", defendeu a governante. 

16:12

Joacine Katar Moreira: "Já estamos a vencer a pandemia"

Joacine Katar Moreira começou o seu discurso por deixar uma palavra de agradecimento: 

"Eu hoje desejo cumprimentar e agradecer todos os indivíduos e todas as entidades que se empenharam e continuam empenhadas contra a luta da covid-19". 

"Já estamos a vencer a pandemia", acrescetou. 

A deputada não inscrita dedicou o restante discurso a criticar André Ventura, porque, considerou, é preciso proteger a democracia do fascismo. 

"É preciso zelarmos pela democracia e é necessário nos unirmos contra a manipulação fascista". 

16:09

João Cotrim Figueiredo (Iniciativa Liberal): "Não podemos aceitar a normalização deste estado de exceção"

João Cotrim Figueiredo disse que o Iniciativa Liberal não pode aceitar a "normalizaçáo deste estado de exceção".

"A ser aprovado aqui hoje, o país terá vivido metade de um ano em estado de emergência".

O Presidente da República tambem já percebeu que isto é um "estado grosseiro", defendeu o deputado. 

 

16:08
Internacional
Covid-19: risco de coagulação sanguínea não é maior em pessoas vacinadas
As informações disponíveis até ao momento indicam que o número de tromboembolias em pessoas vacinadas não é superior ao observado em toda a população, referiu a EMA numa nota enviada à agência noticiosa France-Presse
16:06

André Ventura (Chega): "Temos as medidas mais restritivas da União Europeia, não por coragem, mas por cobardia"

O deputado do Chega disse que enquanto o Parlamento discute a renovação do estado de emergência, "o país pede ao Governo que abra o país".

André Ventura criticou o Governo por Portugal ter "as medidas mais restritivas da União Europeia". 

"Temos as medidas mais restritivas da União Europeia, não por coragem, mas por cobardia de um Governo que só soube fechar e encerrar, por incompetência de um estado de emergência mal preparadpo". 

 

 

16:00

Mariana Silva (PEV): "Até quando vamos continuar a debater um estado de emergència que nada acrescenta?" 

"Até quando vamos continuar a debater um estado de emergència que nada acrescenta?". Foi assim que Mariana Silva começou o seu discurso. 

A deputada do PEV (Os VErdes) disse que "a fadiga pandémica começa a fazer-se sentir" e por isso é preciso começar a desconfinar. 

"O estado de emergência não é solução e continua a não ser". 

Mariana Silva disse que as consequências económicas e sociais "vão afetar mais uns do que outros".

"Nunca estivemos todos no mesmo barco", acrescentou. 

Deixou ainda um grande apelo ao reforço da cultura, para que os trabalhadores deste setor voltem ao ativo. 

15:53

Inês Sousa Real (PAN): "A situação está mais positiva, mas não foi ultrapassada" 

A deputada do PAN Inês Sousa Real fez questão de realçar que "a situação [epidemiológica] está mais positiva, mas não foi ultrapassada". 

Sobre a aclamada bazuca europeia, a deputada disse que é preciso garantir que "cada euro vai ser utilizado de forma transparente". 

Inês Sousa Real referiu que tem sido visível um saturamento das medidas de confinamento, mas deixou um recado.

"Se fazemos sacrifícios é para podermos salvar vidas".

Lembrou que é preciso evitar os erros do último desconfinamento e fazer um plano com "peso e medida", cujo foco não pode ser as celebrações da Páscoa. 

A deputada do PAN defendeu que a "vacinação tem de estar alinhada com a abertura das escolas".

15:48

Telmo Correia (CDS-PP): "Não repetir na Páscoa os erros que foram cometidos no Natal. Não continuar a agir por 'fezada' e na base do improviso"

Telmo Correia criticou o Governo dizendo que a terceira vaga foi possível por "incompetância" e "desvalorização" das medidas restritivas.

"A situação é francamente mais positiva, Mas se hoje é mais positiva, não devem existir dúvidas  que isso se deve à aplicação de medidas de confinamento geral que o Governo, depois de muita hesitação e de falta de preparação, acabou por adotar", 

O centrista lembrou que é importante não repetir na Páscoa os erros do Natal. 

"Não repetir na Páscoa os erros que foram cometidos no período do Natal. Não repetir o relaxamente, não continuar a agir por 'fezada' e na base do improviso". 

Telmo Correia criticou o facto do Governo estar prestes a apresnetar um plano de desconfinamento que ninguém conhece, nem o próprio Presidente da República, insinuou. 

Houve ainda tempo para duras críticas ao Plano de Resolução e Resiliência.

15:40

João Oliveira (PCP): "É errado fixar critérios estritamente epidemiológicos"

O deputado comunista João Oliveira defendeu que a alternativa ao estado de emergência passa por tomar medidas para prevenir a propagação do vírus e reforçar a resposta do SNS e dos serviços publicos. 

"É errado fixar critério estritamente epidemiológicos".  

"É absurdo" fazer-se o debate público da abertura de restaurantes, cabeleireiros ou barbeiros sem saber as condições, sem que sejam informadas as regras para o fazer, referiu.  

"Não é possivel sustentar o confinamento por muito mais tempo, muito menos como solução a prazo".

Para o deputado do PCP "a vacinação é a solução mais sólida para resolvermos o problema a prazo". 

João Oliveiro considera que o "confinamento e exceção e não pode ser solução", por isso mesmo, entende que os portugueses cumprem cada vez menos as medidas impostas. 

15:36

Pedro Filipe Soares (BE) :"Não podemos estar permanentemente a correr atrás do vírus"

Pedro Filipe Soares (BE) começou por lembrar o números de mortes que Portugal registou desde o início da pandemia. 

"Um ano depois, a primeira palavra tem de ser para todos aqueles que perderam familiares e amigos". 

O bloquista disse que a vacinação tem permito ver "uma luz ao fundo do túnell", mas que existem três palavras mágicas: "testar, rastrear e vacinar". Ainda assim, antes destas, é preciso proteger: "proteger todos e todas deste vírus". 

Sobre o plano de desconfinamento, Pedro Filipe Soares disse que existem dúvidas e medidas que não são claras. Criticou ainda a falta de testagem nos estabelecimentos de ensino. 

"É preciso desconfinar com cautela e começar por fazê-lo por aqueles que mais têm sofrido: as crianças".

"Não podemos estar permanentemente a correr atrás do vírus".

Defendeu que é preciso que a vacinação chegue a todos os portugueses e que só estaremos "seguros quando todos estivermos vacinados".

15:36
Internacional
Covid-19: Reino Unido garante que vacina da AstraZeneca é segura e eficaz
O Reino Unido vai continuar a aplicar o seu programa nacional de vacinação, que inclui a vacina criada pela farmacêutica AstraZeneca em conjunto com a Universidade de Oxford, e a desenvolvida pela Pfizer/BioNTech, afirmou um porta-voz oficial do primeiro-ministro Boris Johnson