Últimas Covid-19

Todas as notícias sobre o novo coronavírus que está a preocupar as autoridades a nível mundial.
26 Novembro 2020
28 abr, 11:06

Projeto "AcolheUmaRefeição" reúne mais de 180 pessoas que querem doar comida

Mais de 180 empresas e pessoas que querem doar comida a quem mais precisa já aderiram à plataforma “Acolhe uma Refeição” que arrancou na segunda-feira e que pretende auxiliar os mais afetados na sequência da pandemia de Covid-19.

A ideia para avançar com o AcolheUmaRefeição surgiu depois de termos ouvido a presidente do Banco Alimentar, Isabel Jonet, dizer que em 27 anos nunca tinha visto nada assim, referindo-se ao aumento de pedidos de ajuda alimentar”, disse Ricardo Paiagua, da uppOut que gere a plataforma

Isabel Jonet revelou na segunda-feira que desde o início da pandemia de covid-19 já chegaram mais de 11.600 pedidos de ajuda de agregados familiares, através da Rede de Emergência Alimentar criada pela Entreajuda, da qual o Banco Alimentar faz parte.

Este número representa 55 mil pessoas, estima Isabel Jonet, e são todos novos casos de pobreza, provocados sobretudo pelo desemprego das pessoas que tinham trabalhos precários, e de profissionais liberais, que apenas recebiam quando trabalhavam.

V�DEO

“Banco Alimentar recebeu 11.500 pedidos de ajuda. Estimamos que sejam 55 mil pessoas”

A pandemia obrigou a economia a fechar e muitas pessoas entraram inesperadamente no desemprego ou em processo de lay-off. A zona de Lisboa e Setúbal têm sido das mais afetadas, de acordo com Isabel Jonet, do Banco Alimentar.
 



AO MINUTO

22:45

Brasil tem mais 287 mortes e 21.138 novos casos de infeção em 24 horas

O Brasil contabilizou 287 mortes e 21.138 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, momento em que a taxa de letalidade da doença no país está em 2,7%, informou hoje o Ministério da Saúde.

Somados os novos dados, o país sul-americano totaliza agora 173.120 óbitos e 6.335.878 pessoas diagnosticadas desde o início da pandemia, registada oficialmente no país no final de fevereiro, no estado de São Paulo.

Do total de casos, 5.601.804 de pacientes recuperaram da covid-19, enquanto que 560.954 infetados permanecem sob acompanhamento médico, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelas autoridades brasileiras.

No momento, a taxa de incidência da doença no país está em 82,4 mortes e 3.015 casos por cada 100 mil habitantes.

São Paulo continua a ser o Estado que concentra o maior número de infeções (1.241.653), sendo seguido por Minas Gerais (416.335), Bahia (403.071) e Rio de Janeiro (354.354).

As unidades federativas com mais mortes são São Paulo (42.095), Rio de Janeiro (22.590), Minas Gerais (10.041) e Ceará (9.612).

22:14
VÍDEO

Véspera de feriado leva portugueses ao comércio tradicional

O Governo deu tolerância de ponto para esta segunda-feira a todos os funcionários públicos do país e apelou à dispensa dos trabalhadores do setor privado.

No Porto, apesar de os estabelecimentos comerciais terem de fechar às 15:00, foram muitos os consumidores que aproveitaram o comércio tradicional para adiantar as compras de Natal.

Ontem às 20:38
22:14
VÍDEO

Portugueses aproveitam tolerância de ponto para adiantar compras de Natal

O Governo deu tolerância de ponto, para esta segunda-feira, a todos os funcionários públicos do país e apelou à dispensa dos trabalhadores do setor privado.

As aulas também foram suspensas e, apesar de o comércio ter encerrado às 15:00, foram muitos os consumidores que aproveitaram o dia para adiantar as compras de Natal.

Ontem às 20:33
22:14
VÍDEO

Covid-19: trabalhadores que recusarem vacina podem ser despedidos

Apesar de o Governo garantir que a vacinação contra a covid-19 é voluntária, mas a dúvida sobre se as empresas podem despedir os funcionários que recusem tomar fármaco surgir depois de um órgão consultivo da União Europeia admitir que o empregador pode decidir com quem assinam um contrato.

De acordo com o Código do Trabalho português, o empregador pode exigir testes e exames para efeitos de admissão ou permanência no emprego, sempre que estiver em risco a saúde pública.

Ontem às 20:28
22:14
VÍDEO

Covid-19: Portugal deve receber primeiras vacinas já em janeiro

Portugal vai receber 22 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

Apesar de ainda não existir um plano de vacinação, os especialistas acreditam que esta quantidade de fármacos será suficiente para imunizar toda a população portuguesa.

Ontem às 20:20
22:13
VÍDEO

Covid-19 leva lojas a antecipar venda de decorações de Natal

A pandemia de covid-19 confinou vários portugueses às habitações, o que está a fazer com que as famílias comecem a decorar as casas para o Natal mais cedo.

Os lojistas confirmam que anteciparam a venda de decorações natalícias.

Ontem às 22:12
22:13
VÍDEO

Covid-19: confinamento permitiu controlar pandemia em França

Em França, depois de semanas a fio de confinamento rigoroso, a situação está agora um pouco mais estabilizada.

A TVI esteve num hospital da região de Marselha para tentar perceber como foram as últimas semanas num serviço nacional de saúde que esteve muito perto da rutura.

Ontem às 21:09
22:13
VÍDEO

IVA da eletricidade baixa já esta terça-feira

A partir de terça-feira o IVA da eletricidade vai descer para mais de cinco milhões de consumidores.

Uma redução para a taxa intermédia de 13%, que depende dos consumos e da potência contratada por cada consumidor.

Ontem às 21:02
22:13
VÍDEO

Protesto da restauração: nove empresários enfrentam quarto dia em greve de fome

Os nove empresários do setor da restauração e da diversão noturna que estão em greve de fome, em frente ao Parlamento, concluíram, esta segunda-feira, o quarto dia sem comer.

O grupo promete ficar sem ingerir alimentos até que seja recebido pelo Primeiro-ministro ou pelo Ministro da Economia.

Ontem às 20:58
22:13
VÍDEO

“Emergência Nacional”: PSP dispersa ajuntamentos em Queluz

Na “Emergência Nacional” testemunhamos o trabalho das forças de segurança que zelam pelo cumprimento das regras que visam a contenção da pandemia de covid-19.

Esta segunda-feira, acompanhámos a PSP que teve de intervir para dispersar ajuntamentos com dezenas de pessoas, em Queluz, no concelho de Sintra.

Ontem às 20:52
21:50
20:31

França registou 408 mortes nas últimas 24 horas

A França registou nas últimas 24 horas 408 mortes em meio hospitalar atribuídas a covid-19, elevando o número total de mortos desde o início da pandemia para 52.731, anunciaram hoje as autoridades de saúde.

O número de novos casos de contágio no país foi de 4.005 nas últimas 24 horas, tendo assim sido já confirmados 2.222.488 casos de covid-19 em França.

Há atualmente 28.258 pessoas hospitalizadas devido ao vírus e 3.751 destes pacientes estão internados nos cuidados intensivos. O número de pessoas hospitalizadas e pessoas em estado grave continua a descer no país.

20:16
18:32

Espanha teve no fim de semana quase 20.000 novos casos e 401 óbitos

Espanha registou desde sexta-feira 19.979 casos de covid-19, o que confirma a tendência para a descida de novos contágios, mas que faz subir o número total de infetados para 1.648.187, segundo números divulgados hoje pelo Ministério da Saúde espanhol.

O país tem ainda mais 401 mortos devido à doença notificados durante o fim de semana, menos uma centena do que o aumento de há uma semana, com o total de óbitos a ser agora de 45.069.

A secretária de Estado da Saúde espanhola, Silvia Calzón, disse hoje em conferência de imprensa, para dar conta da evolução da pandemia, que os dados confirmam "a tendência descendente" e a melhoria dos indicadores, mas alertou que estes números continuam a ser preocupantes e têm de continuar a baixar.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha continua a descer, sendo hoje de 276 casos diagnosticados (menos 31 do que na passada sexta-feira) por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, sendo as regiões com os níveis mais elevados a de Castela e Leão (431), La Rioja (422), País Basco (411) e Astúrias (406).

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 943 pessoas, das quais 152 na Andaluzia, 141 na Catalunha e 121 em Madrid.

Em todo o país há 14.503 pessoas hospitalizadas com a covid-19, o que corresponde a 11,85% das camas, das quais 2.629 pacientes em unidades de cuidados intensivos, o que corresponde a 26,74% das camas desse serviço, números que estão a decrescer há várias semanas.

18:23

Itália com 672 mortes num dia e à espera de indicações para o Natal

Itália registou 16.377 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, um dos menores aumentos do mês, embora tenha realizado menos testes de diagnóstico, e 672 mortes, indicou hoje o Ministério da Saúde italiano.

No total acumulado, Itália já contabilizou oficialmente 1.601.554 casos de infeção desde o início da pandemia, em fevereiro, bem como 55.576 óbitos.

A grande maioria dos atuais 788.471 infetados com covid-19 permanece isolada em casa, apenas com sintomas.

No entanto, os hospitais contabilizam 36.931 internados, mais 299 do que na véspera, e 3.744 em unidades de cuidados intensivos, menos nove do que no dia anterior.

Os dados permitem às autoridades sanitárias italianas acreditar no achatamento da curva, sobretudo nas regiões da Lombardia, epicentro da pandemia desde o surgimento de casos do novo coronavírus, e Campânia, dias das regiões que desde domingo saíram da “zona vermelha” e passaram para a “laranja”, tendo-se aligeirado as restrições.

O Governo italiano está já a analisar um novo decreto com restrições que vai substituir o vigente, que expira quinta-feira.

O que não vai ser alterado é o recolher obrigatório, que permanecerá a partir das 22:00 locais, que poderá vigorar nos dias de Natal e do Ano Novo, tal como indicou hoje o ministro dos Assuntos Regionais italiano, Francesco Boccia.

18:12

Mantida isenção do IVA das máscaras para operações entre outubro e abril

A isenção do IVA nas aquisições de material de combate à covid-19 realizadas vai contemplar as operações realizadas entre 31 de outubro de 2020 e 30 de abril de 2021, indica um despacho agora divulgado.

“A isenção completa de IVA na aquisição de bens necessários para o combate à covid-19 prevista no artigo 2. º da Lei n. º 13/2020, de 7 de maio, deve ser aplicada com efeitos imediatos às operações realizadas entre 31 de outubro de 2020 e 30 de abril de 2021”, determina um despacho do secretário de Estado Adjunto e dos assuntos Fiscais.

O diploma esclarece ainda que as faturas referentes àquelas operações que, tenham, entretanto, sido emitidas com IVA liquidado, “possam ser corrigidas e o respetivo imposto regularizado”.

Este diploma vem preencher o período temporal (correspondente ao quarto trimestre de 2020) que não estava contemplado nem na medida aprovada este anos que apontava para que esta isenção fosse aplicada até 30 de setembro de 2020, nem na proposta do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), que a prolongava de janeiro até ao final de abril do próximo anos.

Esta isenção de IVA aplica-se nas “transmissões e aquisições intracomunitárias de bens necessários para combater os efeitos do surto de COVID-19 pelo Estado e outros organismos públicos ou por organizações sem fins lucrativos”.

18:01

Beja canaliza verbas de iniciativas canceladas para apoios e antecipação de pagamentos

A Câmara de Beja canalizou verbas destinadas a iniciativas de Natal e passagem de ano canceladas, devido à pandemia de covid-19, para apoiar instituições e antecipar pagamentos a fornecedores e associações, disse hoje o presidente do município.

O município cancelou várias iniciativas que poderiam provocar ajuntamentos de pessoas, como atividades destinadas a crianças, o Mercadinho de Natal, a festa de passagem de ano e o respetivo fogo-de-artifício, e o bolo-rei gigante, referiu à agência Lusa Paulo Arsénio.

Tendo como referência o ano de 2019, o município deveria investir este ano cerca de 130 mil euros em iniciativas de Natal e passagem de ano, mas, devido aos cancelamentos, os gastos - sem incluir o investimento em iluminação natalícia, que vai realizar-se e até aumentar - "não deverão superar 30 mil euros", precisou.

Por isso, indicou, o município tem "canalizado" a diferença para "apoios suplementares" ao desporto, à cultura, a instituições particulares de solidariedade social, aos bombeiros e às juntas de freguesia do concelho, para compra de equipamentos de proteção individual para o município e "adaptação de edifícios públicos municipais à nova realidade" provocada pela pandemia, e para a "antecipação de pagamentos aos fornecedores da Câmara de Beja e às associações locais".

Segundo o autarca, apesar da pandemia, este ano, o município vai investir 59.600 euros em iluminação natalícia na cidade, mais 17 mil euros do que em 2019, porque "o Natal, enquanto época festiva, não está suspenso e continua a ser uma data especial com um simbolismo único".

17:48

Surto em lar de freguesia rural de Portalegre com 11 infetados

Um surto de covid-19 num lar de idosos na freguesia rural de Fortios, no concelho de Portalegre, infetou pelo menos 11 utentes e funcionários, disse hoje à agência Lusa o presidente da instituição.

“Os resultados dos testes que recebemos hoje dão conta de seis colaboradoras e cinco utentes infetados”, disse o presidente do Lar de São Domingos - Associação dos Amigos da Terceira Idade de Fortios, Manuel Chagas.

De acordo com o responsável desta instituição com 79 residentes e 66 funcionários, o primeiro caso foi detetado “na passada semana”.

“Os infetados estão isolados, nós temos condições boas para fazer isso. Mas se forem mais já a dificuldade é maior”, alertou.

Manuel Chagas considera, para já, que a situação “está controlada”, acrescentando que os infetados estão “assintomáticos”.

17:36

Pandemia desacelera no Reino Unido que regista 205 mortes e 12.330 casos

O Reino Unido registou 205 mortes atribuídas à covid-19 e 12.330 novos casos de contágio nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde britânico, números que confirmam que a pandemia está a desacelerar.

No domingo, as autoridades tinha contabilizado 215 mortes, uma descida de 264 relativamente às 479 de sábado, e 12.155 novos casos, mas os dados publicados do fim de semana são frequentemente afetados pelo atraso no processamento administrativo. 

A média diária dos últimos sete dias é atualmente de 460 mortes e 14.778 infeções. 

Há duas semanas, em 16 de novembro, a média era de 23.323 casos por dia.

Desde o início da pandemia covid-19, o Reino Unido contabilizou oficialmente 58.448 mortes de covid-19 e 1.629.657 casos positivos.

Um estudo publicado hoje pela universidade Imperial College London indica que o número das infeções registou uma queda de cerca de 30% em Inglaterra durante a segunda metade do confinamento nacional que dura há quatro semanas. 

17:30
Loading

N�o existem mais eventos...