Últimas Covid-19

Todas as notícias sobre o novo coronavírus que está a preocupar as autoridades a nível mundial.
01 Dezembro 2020
18 nov, 13:52

Sindicato contesta motivo apresentado para despedimento por hotel do Porto

O Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria do Norte acusou hoje o hotel Nave, no Porto, de apresentar falsos argumentos para justificar o encerramento e o despedimento de 17 funcionários com a degradação das instalações e a covid-19.

“Os trabalhadores têm a certeza que não há motivo para despedir, que o motivo alegado não é verdadeiro, que os lucros acumulados ao longo dos últimos oito anos chegam e sobram para fazer as obras de remodelação de que o hotel precisa. Mesmo que assim não fosse, a empresa pode recorrer a fundos comunitários. Além disso, tem património, tem um edifício com 22 apartamentos que não usa há vários anos e um terreno que pode vender para fazer as obras no hotel”, diz em comunicado o Sindicato dos Trabalhadores na Industria da Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte (STIHTRSN).

A Agência Lusa contactou, por telefone, o diretor do Hotel Nave, Jaime Cunha, que se recusou a dar informações sobre a denúncia do STIHTRSN a propósito do despedimento coletivo, remetendo qualquer explicação para a “administração que está em Lisboa”, mas recusando fornecer qualquer contacto telefónico ou morada dos escritórios.



AO MINUTO

07:33
07:11
07:05

China soma dois casos por contágio local e sete oriundos do exterior

A Comissão de Saúde da China anunciou hoje ter identificado nove casos de covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo dois por contágio local e os restantes oriundos do exterior.

Os casos locais foram diagnosticados na região da Mongólia Interior, no norte do país. A região, que faz fronteira com a Rússia e a Mongólia, diagnosticou um total de nove casos nos últimos três dias.

Os casos importados foram diagnosticados no município de Xangai (leste) e nas províncias de Guangdong (sudeste), Fujian (leste), Henan (centro) e Shaanxi (noroeste).

As autoridades chinesas disseram que, nas últimas 24 horas, 18 pacientes receberam alta, pelo que o número de pessoas infetadas ativas no país se fixou em 268, incluindo oito doentes em estado grave.

A Comissão de Saúde da China não anunciou novas mortes devido à covid-19, pelo que o número permaneceu em 4.634. O país somou, no total, 86.551 infetados desde o início da pandemia.

07:04

México regista 825 mortos num só dia

O México registou nas últimas 24 horas 825 mortos devido à pandemia de covid-19, elevando o número de óbitos para 106.765, de acordo com o Ministério da Saúde.

No balanço diário realizado esta terça-feira, as autoridades informaram ainda que foram contabilizadas mais 8.819 casos, com o México a atingir um total de 1.122.362 contágios desde o início da pandemia.

O México continua a ser o 11.º país com mais infeções e o quarto com mais mortes em números absolutos, segundo a Universidade Johns Hopkins.

Além disso, com quase 820 mortes por milhão de habitantes, é o 10.º país com mais óbitos em proporção à população.

07:04

EUA registam 2.562 mortos e mais de 180 mil casos nas últimas 24 horas

Os Estados Unidos registaram na terça-feira mais 2.562 mortos e 180.467 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Com este balanço, o número de óbitos desde o início da pandemia no país subiu para 270.450 e o de casos para 13.706.356.

O estado de Nova Iorque continua a ser o mais atingido com 34.662 mortes.

O número de mortes excede as estimativas iniciais da Casa Branca, que projetava entre 100 mil e 240 mil óbitos.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, baixou essas estimativas e estava confiante de que o número final ficaria entre 50 mil a 60 mil mortos, embora mais tarde tenha previsto até 110 mil mortes, um número que também já foi largamente ultrapassado.

O Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde da Universidade de Washington estima que até à altura em que Trump deixar a Casa Branca a 20 de janeiro, 385 mil pessoas terão morrido, com o número a subir para 470 mil a 01 de março.

07:03
07:03

Timor-Leste tem um novo caso, o 31.º desde o início da pandemia

As autoridades de saúde timorenses anunciaram hoje um novo caso de covid-19, o 31.º desde o início da pandemia, um cidadão estrangeiro que entrou no país no mês passado e que estava sob quarentena.

 “O paciente estava em quarentena e o teste positivo foi confirmado na terça-feira. O doente já foi transferido para o centro de isolamento de Vera Cruz”, disse à Lusa fonte do Ministério da Saúde.

O homem estava em quarentena num hotel de Díli.

Timor-Leste obriga todos os cidadãos nacionais ou estrangeiros que chegam ao país a cumprirem um período de 14 dias de quarentena, da qual só podem sair depois de testes negativos à covid-19.

O novo caso foi confirmado na véspera do Parlamento Nacional debater um pedido do Presidente da República para a renovação, por mais 30 dias, do estado de emergência no país, até ao início de janeiro.

07:01

Índia com mais de 500 mortos nas últimas 24 horas

A Índia registou 501 mortos devido à covid-19 e 36.604 infetados, nas últimas 24 horas, disseram hoje as autoridades.

O país, que tem mantido uma tendência decrescente no número de contágios, conta agora com 138.122 óbitos registados desde o início da pandemia.

Os casos diminuíram 32% em novembro, em comparação com outubro, de acordo com o Ministério da Saúde indiano.

Durante mais de três semanas, os contágios diários na Índia mantiveram-se abaixo dos 50 mil.

Os novos casos estão a diminuir de forma consistente depois de terem atingido um pico em meados de setembro, quando rondavam os 100 mil por dia.

Num esforço para impedir a propagação do novo coronavírus, o Ministério do Interior indiano permitiu que os estados impusessem restrições locais.

23:34
23:00

Brasil regista 697 mortes e volta a ultrapassar 50 mil novos casos diários

O Brasil reportou 697 mortes e 50.909 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, sendo a segunda vez desde 04 de setembro que o país sul-americano ultrapassa 50 mil infeções diárias.

Os dados fazem parte do último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, que indica um total de 173.817 óbitos e 6.386.787 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus desde a chegada da pandemia ao Brasil, no final de fevereiro.

No último sábado, o Brasil, país com cerca de 212 milhões de habitantes, já se tinha aproximado dos 52 mil contágios (51.922) num único dia.

No momento, a taxa de incidência da covid-19 no país está em 83 mortes e 3.039 casos por cada 100 mil habitantes.

Geograficamente, São Paulo continua a ser o foco da pandemia com 1.250.590 casos diagnosticados, sendo seguido por Minas Gerais (419.655), Bahia (406.189) e Rio de Janeiro (357.982).

Já os estados com mais mortes são São Paulo (42.290), Rio de Janeiro (22.683), Minas Gerais (10.051) e Ceará (9.629).

22:37
22:17
20:50

França regista o dobro de casos diários e descida no número de mortes

França registou 8.083 novos casos de covid-19, nas últimas 24 horas, o dobro dos contabilizados no dia anterior, embora o número de pacientes hospitalizados, 365, seja menor do que os anteriores, relatados, segundo o Ministério da Saúde.

Além disso, desde a última sexta-feira, o país adicionou 410 novas vítimas mortais em lares da terceira idade, o que aumenta para 53.506 o número total de óbitos desde o início da pandemia.

Nesse período, França ultrapassou os 2.230.000 contágios.

A taxa de positividade continuou a diminuir, situando-se em 10,8%, segundo o ministério.

Nos últimos sete dias, foram registadas 9.047 novas entradas hospitalares, uma leve redução, em relação aos dados anteriores, tal como os internados em Unidades de Cuidados Intensivos, que foram 1.309 novos casos.

20:46
20:15
VÍDEO

Governo vai proibir festas de passagem de ano

As medidas restritivas para o Natal e Ano Novo vão ser anunciadas, pelo Governo, este sábado.

O Primeiro-ministro garantiu que o período das festas vai ser muito diferente do habitual este ano.

Ontem às 19:35
20:15
VÍDEO

Covid-19: EUA registaram mais de dez mil mortes na última semana

Nos Estados Unidos da América, a última semana foi particularmente trágico.

A pandemia de covid-19 fez mais de dez mil mortes só na última semana.

A esperança americana e europeia continua a residir nas vacinas.

Ontem às 19:38
20:15
VÍDEO

Fundos europeus: “Não há espaço para um plano B”

O Primeiro-ministro está em Bruxelas, na Bélgica, para as reuniões preparatórias da presidência portuguesa da União Europeia, que começa no dia um de janeiro.

António Costa reiterou que é urgente encontrar um acordo para a chamada “Bazuca Europeia”.

Ontem às 19:53
20:15
VÍDEO

Pandemia dita fecho dos cafés históricos Majestic e Guarany

No Porto, dois dos cafés mais históricos da cidade fecharam portas e colocaram todos os trabalhadores em lay-off.

O Majestic e o Guarany não resistiram aos efeitos colaterais da covid-19.

Os proprietários acreditam que o encerramento possa ser temporário, mas ainda não há datas de reabertura.

Ontem às 19:56
20:08

Madeira regista cinco novos casos nas últimas 24 horas e totaliza 204 ativos

A direção de Saúde da Madeira (DRS) informou que a região registou hoje cinco novos casos positivos de covid-19, totalizando 204 doentes ativos, e que estão em análise outras 119 situações pelas autoridades regionais.

No boletim epidemiológico divulgado diariamente, a DRS declara que “hoje há cinco novos casos positivos a reportar, pelo que a Madeira passa a contabilizar 798 casos confirmados de covid-19 no território regional”, desde que a pandemia foi detetada na região.

No documento, acrescenta que, destes novos casos, um foi importado de Espanha e os restantes quatro são de transmissão local, sendo “associados na maioria a contextos e contactos de casos positivos anteriormente identificados”, estando um em investigação.

Este organismo do Governo Regional indica que, “no total, há 119 novas situações que se encontram hoje em estudo pelas autoridades de saúde”.

19:31
Loading

N�o existem mais eventos...