Últimas Covid-19

Todas as notícias sobre a pandemia que já matou mais de dois milhões de pessoas em todo o mundo
04 Janeiro 2021
22 mai 2020, 13:27

Testes serológicos a professores, alunos e funcionários da Universidade Nova

A Universidade Nova vai começar a realizar testes serológicos a professores, investigadores, funcionários e alunos que frequentam aulas presenciais e nas suas residências universitárias, na próxima semana, foi hoje anunciado.

Segundo um comunicado, os testes serológicos para pesquisa de anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a covid-19, “são gratuitos e voluntários” e vão ser efetuados em todas as faculdades da Nova, institutos, escola e reitoria da universidade.

Após a colheita de sangue, as amostras serão analisadas na Nova Medical School/Faculdade de Ciências Médicas (NMS/FCM).

Os testes serológicos foram desenhados no âmbito do Consórcio Serology4COVID, que junta o Centro de Estudos de Doenças Crónicas da NMS|FCM, o Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB NOVA), o Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET), o Instituto Gulbenkian de Ciência e o Instituto de Medicina Molecular.

O objetivo do consórcio é o desenho de ensaios serológicos que permitam reconstruir o passado e identificar quem esteve infetado com o novo coronavírus e poderá ter ganho imunidade.

Segundo a universidade, esta iniciativa de testagem servirá para “garantir as melhores condições sanitárias e de segurança, tendo em vista o atual e o próximo ano académico (2020-21)”.



AO MINUTO

19:51

Hospital de Cascais com taxa de ocupação de camas para 'doentes covid' de 100%

O Hospital de Cascais encontra-se com uma taxa de ocupação de 100% para doentes covid-19 em enfermaria e Unidade de Cuidados Intensivos, segundo dados divulgados hoje à agência Lusa pela unidade hospitalar.

De acordo com informações disponibilizadas por fonte do Hospital de Cascais (distrito de Lisboa) à Lusa, existem neste momento naquela unidade hospitalar 16 doentes infetados pelo novo coronavírus internados na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e 93 em enfermaria, o que corresponde a uma ocupação total.

A Lusa solicitou também um ponto de situação relativa à taxa de ocupação de camas para doentes ‘não covid-19’, mas até ao momento não obteve resposta.

Várias unidades hospitalares do país têm dado conta nos últimos dias de uma situação de rutura nos serviços, devido à pressão de doentes internados com covid-19.

No sentido de dar resposta às necessidades, alguns hospitais estão a transferir doentes para outras unidades de saúde ou a aumentar o número de camas.

19:01
VÍDEO

Covid-19: Federação Nacional da Educação pede suspensão do ensino presencial

João Dias da Silva, secretário-geral da Federação Nacional da Educação, esteve esta segunda-feira na TVI24, numa análise às novas restrições anunciadas por António Costa.

O responsável considera que a atividade letiva presidencial fosse suspensa.

Há 1h e 40min
18:19
18:08

Encerradas universidades séniores, centros de dia e de convívio

As universidades séniores, os centros de dia e de convívio vão ficar encerradas no âmbito das novas medidas de confinamento, anunciou hoje o primeiro-ministro António Costa.

“São encerradas as Universidades Sénior, os centros de dia e de convívio”, disse António Costa no final da reunião do Conselho de Ministros extraordinário realizada hoje para rever as restrições para controlar a pandemia e que foram aprovadas na passada na quinta-feira.

18:02

Covid-19: Surto com 42 casos em lar de freguesia rural de Évora

Um total de 30 utentes e 12 funcionários de um lar numa freguesia rural do concelho de Évora estão infetados com covid-19, revelou esta segunda-feira o presidente da câmara municipal.

Surgiu mais um surto, agora no lar da Boa Fé, com 30 [utentes] e 12 trabalhadores infetados", indicou o autarca de Évora, Carlos Pinto de Sá, em declarações à agência Lusa.

Segundo o autarca, o surto foi detetado no lar do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora da Boa Fé, na área da União das Freguesias de São Sebastião da Giesteira e Nossa Senhora da Boa Fé.

Esta estrutura residencial para idosos "tem boas instalações" e foi possível "fazer a separação" entre os utentes que estão infetados e os que fizeram teste com resultado negativo, indicou Pinto de Sá.

18:02

Circulação entre concelhos volta a ser proibida ao fim de semana

Como forma de conter a pandemia de covid-19, o Governo voltou a instituir a proibição de circulação entre concelhos ao fim de semana.

Durante os dias úteis, os estabelecimentos devem passar a encerrar às 20:00 e às 13:00 aos fins de semana.

As exceções a estas regras são os supermercados, que durante os fins de semana terão de fechar às 17:00.

18:01

Covid-19: Espanha regista o maior incremento de casos durante um fim de semana

A Espanha registou desde sexta-feira 84.287 novos casos de covid-19, o maior incremento num fim de semana, elevando para 2.336.451 o total de infetados até agora no país, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 455 mortes desde sexta-feira atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 53.769.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha continua a aumentar, passando de sexta para segunda-feira de 575 para 689 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as da Extremadura (1.384), Múrcia (1.082), Castela-Mancha (1.007), La Rioja (921) , Comunidade Valenciana (896) e Madrid (790).

O diretor do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências Sanitárias, Fernando Simón, indicou hoje que o país deve estar neste momento "no pico máximo" da terceira vaga da pandemia.

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais 2.574 pessoas com a doença, das quais 571 na Comunidade Valenciana, 382 na Catalunha, 377 na Andaluzia e 352 em Madrid.

17:58

Passa a ser obrigatória uma credencial para deslocação em trabalho

O Governo alargou esta segunda-feira as medidas de restrição por causa da covid-19. Reforçando a necessidade de teletrabalho, António Costa afirmou que passará a ser necessária uma credencial para deslocações em trabalho, emitida pela entidade patronal.

As empresas com mais de 250 trabalhadores devem ainda enviar, nas próximas 48 horas, à Autoridade para as Condições do Trabalho, uma lista com todos os funcionários cujo trabalho presencial é indispensável.

17:55

Permanência em jardins passa a ser proibida

O Governo anunciou esta segunda-feira a proibição a permanência em locais como jardins, como forma de evitar a propagação de covid-19.

Estes espaços podem ser frequentados, mas passa a não ser possível permanecer no local.

 

17:54

Covid-19: Itália regista 8.824 infeções e 377 mortes com muitas regiões em alerta

Itália contabilizou 8.824 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, o menor em 20 dias, e 377 mortes, enquanto a maioria das regiões do país reforçaram medidas de precaução para conter a pandemia.

Como é habitual, o país regista um número menor de infeções às segundas-feiras devido ao menor número de testes realizados durante o fim de semana.

Em todo o caso, foram detetados 8.824 novos contágios em mais de 158.000 testes realizados, o que aumenta o total de infeções para 2.390.101 e as mortes para 82.554.

Também aumentou o número de pessoas internadas, das 547.058 atualmente infetados, a grande maioria não apresenta sintomas e está isolada em casa, mas 25.428 permanecem hospitalizados, mais 168 do que no domingo, e ainda 2.544 estão internados em Unidades de Cuidados Intensivos, uma subida de 41.

As regiões que mais casos notificaram foram a Sicília (1.278), Lombardia (1.189) e Emília-Romanha (1.153).

17:54

Covid-19: Centro Hospitalar de Coimbra muito perto de atingir o limite de capacidade

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está prestes a atingir a lotação de camas em enfermaria e unidade de cuidados intensivos para doentes covid-19, disse fonte daquela unidade de saúde.

Fonte do CHUC informou que, esta segunda-feira, estavam 294 doentes internados em enfermaria, para uma lotação de 305 camas, e 50 doentes críticos em Unidade de Cuidados Intensivos, para uma lotação de 55.

Os hospitais da região Centro estão praticamente no limite por causa do combate à pandemia da covid-19, mas a situação mais crítica verifica-se no Centro Hospitalar Tondela-Viseu, em que as taxas de ocupação atingiram os 100%, disse a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

Fonte da ARSC disse à agência Lusa que foi por isso mesmo que se providenciou um hospital de campanha no Fontelo, em Viseu, para responder à situação.

A mesma fonte adiantou que está também a ser preparada a abertura do antigo Hospital Militar de Coimbra, entretanto reclassificado de Centro de Saúde, que tem capacidade para 36 camas, embora "não sejam abertas todas ao mesmo tempo".

Às 23:59 de domingo, os hospitais da região Centro contabilizavam 1.164 internados com covid-19, dos quais 115 em unidades de cuidados intensivos.

17:53

Costa: "Estamos a viver o momento mais grave da pandemia"

O primeiro-ministro admitiu esta segunda-feira que Portugal vive o momento "mais grave da pandemia" de covid-19.

Para António Costa, algumas normas têm sido "objeto de abuso", o que justifica novas restrições.

17:53

Proibidas as vendas ao postigo de bebidas

O primeiro-ministro anunciou que a venda de bebidas ao postigo estará a partir de agora proibida. Esta medida surge na sequência da necessidade de se agravar as restrições.

17:41
16:49

Rui Rio apela ao Governo para "esquecer o marketing partidário e impor um confinamento a sério"

O presidente do PSD utilizou o Twitter para apelar ao Governo para "impor um confinamento a sério".

 

Rui Rio garante a "cooperação" do PSD em nome do "interesse nacional":

 

16:40

Hospitais do Oeste no limite da capacidade mas com urgências mais controladas

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) está no limite da capacidade de internamento de doentes infetados pelo novo coronavírus, com apenas uma cama livre, mas a situação nas urgências está controlada, segundo a administração.

Em comunicado, a administração do CHO indica que no centro hospital, com capacidade para 102 doentes infetados pelo novo coronavírus, encontram-se hoje “101 doentes ‘covid’ internados em enfermaria”.

Trinta e cinco doentes estão na Unidade de Caldas da Rainha (com uma capacidade total de 36 internamentos) e 66 na Unidade de Torres Vedras.

No balanço enviado às redações, o conselho de administração (CA) do CHO afirma que “a lotação não está ainda esgotada”, encontrando-se, no entanto, “perto do limite da capacidade”, com apenas uma das camas de internamento para doentes ‘covid’ por ocupar.

A administração do CHO refere ainda que as últimas semanas foram “marcadas por uma enorme pressão assistencial e crescente procura de doentes, agravada pela ocorrência de um surto interno na Unidade de Torres Vedras [que no sábado registava um total de 157 casos confirmados] e de surtos com um número muito relevante de infetados em vários lares da região”.

No Hospital de Torres Vedras, “a taxa de esforço no que respeita a camas covid-19 ultrapassa já os 40%, relativamente às camas 'não covid'”, é acrescentado.

No sábado, a situação agravou-se no hospital de Torres Vedras, onde fotografias partilhadas nas redes sociais mostravam uma fila de espera com cerca de 10 ambulâncias para a urgência covid-19, numa noite que a administradora do hospital, Elsa Baião, reconheceu ter sido “muito complicada".

16:37

Hospital de campanha em Viseu recebe hoje os primeiros doentes

O Hospital de Campanha do Fontelo, em Viseu, recebe hoje os primeiros doentes de covid-19, que são transferidos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV), disse à agência Lusa fonte hospitalar.

“O pavilhão do Fontelo está pronto e recebe hoje os primeiros doentes. Serão dois, no máximo três, a serem transferidos para lá do CHTV”, adiantou a mesma fonte à agência Lusa.

A administração do CHTV tinha anunciado na quinta-feira que iria ativar hoje o Hospital de Campanha do Fontelo, instalado num pavilhão desportivo pelo município viseense e sob a responsabilidade da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro desde novembro de 2020.

“Perante o aumento do número de infetados por covid-19 e para aliviar a pressão do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, vai ser ativada a Estrutura de Apoio de Retaguarda (EAR) e o Hospital de Campanha, um total de 64 camas”, explicava então a direção, em comunicado.

A Estrutura de Apoio de Retaguarda está destinada a receber doentes infetados com o vírus SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, sem necessidade de internamento hospitalar e utentes de estruturas residenciais de idosos que não possam cumprir isolamento nas respetivas instalações.

Este espaço, acrescentava o comunicado, será gerido pelo Centro Hospitalar Tondela-Viseu, pelo Instituto de Segurança Social, pela Administração Regional de Saúde do Centro e pela Proteção Civil Distrital de Viseu.

16:34
16:29
15:44
Loading

N�o existem mais eventos...