A Porsche Portugal reforça a partir de sábado a sua «gama mais emblemática» com o novo 911 Turbo, mas o modelo que sustentou as suas vendas em 2009 foi o polémico Cayenne Diesel, com 40 por cento do total.

Segundo a Associação Automóvel de Portugal (ACAP), entre Janeiro e Outubro de 2009 as vendas da Porsche no mercado nacional cresceram 12,4 por cento relativamente ao mesmo período do ano passado, passando de 193 para 217 unidades comercializadas, subida que os responsáveis da marca alemã atribuem ao seu primeiro modelo a gasóleo.

«Quarenta por cento das nossas vendas são sustentadas pelo Cayenne Diesel», disse à agência Lusa o chefe do Departamento de Relações Públicas e Marketing da Porsche Ibérica (Portugal), frisando que a introdução do motor a gasóleo no SUV atraiu clientes que recusavam ter um modelo do género a gasolina.