O ano do campeonato mais longo de sempre, o ano dos estádios com eco e dos adeptos longe das bancadas foi também o ano que consagrou o FC Porto.

Em 2020, os dragões dominaram o panorama nacional e por isso Sérgio Conceição volta a merecer o destaque devido entre as figuras do ano. Exemplo da mística portista em campo, também Pepe, que se tornou no defesa mais internacional por Portugal, mostra que aos 37 anos continua a ser uma das maiores referências de sempre no futebol nacional na sua posição. Outro portista, Marega, foi protagonista pela sua denúncia de comportamentos racistas, tornando-se num símbolo de uma luta cada vez mais central no desporto mundial.

2020 foi também o ano que viu nascer um dos treinadores mais promissores do futebol luso: Ruben Amorim conquistou em Braga o único troféu (Taça da Liga) que escapou ao FC Porto, tornou-se no terceiro treinador mais caro de sempre com a sua transferência para Alvalade e levou o Sporting a uma liderança há muito não vista na Liga. Para isso, muito tem contribuído Pedro Gonçalves, outra revelação do futebol nacional e provavelmente o mais decisivo reforço na presente edição da Liga.

No Benfica, o destaque vai em absoluto para Jorge Jesus, cuja contratação ao Flamengo se tornou num acontecimento por si só. Após vencer Libertadores e Brasileirão, ainda em 2019, JJ ainda conquistou três troféus já este ano, antes de rumar a Portugal, mas é de momento o efeito mediático do seu regresso que fez dele um dos assuntos do ano.

Fora do retângulo luso houve também figuras nacionais em grande destaque. Bruno Fernandes e Diogo Jota brilham em dois colossos da Premier League. Entre os treinadores portugueses, Luís Castro merece destaque (tal como mereceria Pedro Martins, campeão na Grécia, ou o extremo Pedro Santos, vencedor da MLS norte-americana) pelo primeiro grande título da carreira, acompanhado de uma boa campanha europeia.

E, claro, 2020 foi também ano de Cristiano Ronaldo. The one and only. Aos 35 anos, ele continua a ser um fenómeno do futebol mundial. Golos, recordes, títulos e galardões continuam a surgir a um ritmo impressionante na carreira do português que fechou o ano com a distinção da FIFA como segundo melhor jogador de 2020 e ao ser eleito para o melhor onze da história pela France Football.

Veja as dez figuras do futebol português em 2020 na galeria associada.

Sérgio Pires