A Euribor a 6 meses seguiu a tendência da taxa a 3 meses, ao ter quebrado a barreira dos 2%. As duas indexantes estão agora abaixo da taxa praticada pelo Banco Central Europeu (BCE).

As boas notícias devem, por isso, chegar já em Março, até porque esta tendência verificada pelas taxas Euribor sinalizam um possível corte dos juros por parte da autoridade monetária. Recorde-se que actualmente, o preço do dinheiro situa-se nos 2%.

BCE está a agravar a crise

A taxa a 6 meses, a mais usada nos contratos de crédito à habitação em Portugal caiu esta terça-feira 1,6 pontos base para 1,997%, atingindo assim um novo mínimo de Março de 2004.

Também a Euribor a 3 meses, que já estava abaixo do patamar dos 2% desde a última semana, recuou hoje ainda mais. Deslizou 1,5 pontos base para 1,912%.

Já a indexante 12 meses é a única que resiste. Encontra-se agora nos 2,096%.

Descida dos juros insuficiente para aliviar famílias

Desde Outubro, a taxa do BCE caiu 225 pontos base, de 4,25 para 2%, sendo que a instituição monetária optou por fazer uma pausa nas descidas em Fevereiro.

No entanto, tudo indica que vai regressar aos cortes no início de Março, devendo o preço do dinheiro sofrer mais uma redução de 50 pontos base.
Carla Pinto Silva