O 2-0 do Benfica nasceu de um lançamento lateral, com o apanha-bolas da Luz a ser rápido na entrega para que a equipa pudesse atacar de imediato. Tal gesto mereceu o cumprimento de Bruno Lage, tal como José Mourinho, por exemplo, tinha feito no Tottenham.

Na sala de imprensa, o treinador do Benfica comentou: «Fui cumprimentar o miúdo porque é ele que começa a jogada. O Pizzi disse 'rápido, rápido', ele deu-lhe a bola e o Tomás depois isolou o Chiquinho.»

Luís Pedro Ferreira / Estádio da Luz, Lisboa