Jorge Jesus, treinador do Benfica, em declarações na conferencia de imprensa após o triunfo sobre o Portimonense, num jogo em que Weigl não esteve, para acompanhar o nascimento da filha.

«Vou explicar mas vocês já explicaram, já deram uma notícia falsa, mentirosa. A comunicação publica notícias mentirosas, sem fundamento e esta é uma. A mulher do Weigl estava grávida e quando ninguém esperava - nem ele - teve complicações e teve que ir de urgência para o hospital. Às quatro da manhã chegou ao meu quarto e ao quarto do Rui (Costa) muito preocupado, ele não é português e não tem cá o pai, a mãe e familiares para cuidar da mulher. Ela precisou do acompanhamento dele, pediu-nos para ir para ir ter com ela e nós, naturalmente, deixámos ir com a nossa autorização. Foi um funcionário do Benfica que o foi buscar - não foi de táxi - ele não abandonou o estágio, deixem-se de invenções, falem de futebol e de coisas reais, deixem-se dessas tretas.»

Jorge Anjinho / Estádio do Portimonense