Jorge Jesus comentou esta sexta-feira a saída do diretor para o futebol do Benfica Tiago Pinto para a Roma no início do próximo ano.

O treinador dos encarnados disse ser mais um exemplo da forma competente como se trabalha no futebol português. «Os clubes em Portugal trabalham como ninguém no Mundo, que ninguém tenha dúvida. Não só na formação dos jogadores, mas também nas estruturas de serviço administrativo das equipas de futebol: são top no Mundo e um exemplo. Estão todos a aprender connosco e é por isso que os vêm cá buscar: há muitos outros que não são tão conhecidos como o Tiago», afirmou.

Jesus deixou ainda elogios a Tiago Pinto, que não conhecia até regressar, no verão passado, ao Benfica. «Vai para a Roma porque lhe reconhecem muita capacidade. É um profissional e um administrativo de grande nível. É uma perda, mas isso faz parte do que é o futebol em Portugal. Todos os quadros - treinadores, jogadores e diretores desportivos - que mostram alguma capacidade superior, são solicitados pelos clubes que financeiramente têm capacidade para os levar daqui. Os melhores muitas vezes vão ter de sair: e estão a sair. Do último jogo da Seleção, só um joga [n.d.r.: Sérgio Oliveira, do FC Porto] no campeonato em Portugal», observou.

David Marques