Jorge Jesus, treinador do Benfica, admitiu na sala de imprensa de Paredes que não ficou totalmente satisfeito com as respostas dada pela dupla de ataque, Facundo Ferreyra/Gonçalo Ramos: 

«Estes jogos trazem-nos surpresas e esta ronda mostrou que foi tudo muito equilibrado. Não direi que o nosso jogo fosse equilibrado, porque estivemos sempre perto do 2-0. Tivemos muita qualidade no primeiro tempo e não deixámos o Paredes sair em contra golpe. Tivemos três boas oportunidades de golo. Uma do Ferreyra, uma do Cervi e uma do Gilberto, além de bolas paradas interessantes.»

«Gostei muito da primeira parte, faltou-nos ter dois avançados a dar mais ao jogo. O Ferreyra e o Gonçao não apareceram muito, não tiveram muita bola. Na segunda parte manteve-se a mesma ideia, achei que o Ferreyra e o Gonçalo deviam ter feito mais diferença e por isso tirei-os. Por acaso não melhorei a equipa, até a piorei.»

«Desiludido com o Ferreyra e oGonçalo? Não fiquei desiludido, mas esperava mais. Com o Ferreyra nem tanto, porque não vem jogando, apenas treina. O Gonçalo tem jogado, treinado e esteve na seleção, esperava mais dele.»


 

Pedro Jorge da Cunha / na Cidade Desportiva de Paredes