Em março de 2019, Sérgio Conceição projetou o onze que o Benfica apresentaria no Estádio do Dragão num jogo que os encarnados acabaram por vencer e que se revelou decisivo na atribuição do título.

Esta quinta-feira, véspera de novo clássico no Estádio do Dragão, o treinador dos azuis e brancos foi desafiado a tentar adivinhar a equipa que os apresentados vão apresentar de início. Desta vez não lançou nomes para cima da mesa, mas disse não ser muito difícil calçar os sapatos de Jorge Jesus.

Na antevisão ao duelo com o FC Porto, Jorge Jesus foi confrontado com isso e alinhou pelo mesmo discurso. «Não foge muito, apesar de num dia muita coisa poder mudar com o problema da covid. [Mas] Não há muito para enganar: nem eu ao Sérgio, nem o Sérgio a mim», disse.

O treinador do Benfica falou ainda sobre a possibilidade de Otávio, que teve um teste inconclusivo à covid-19, ser baixa para o clássico. «Pode ter alguma influência na equipa do FC Porto, que tem alguma dinâmica com o posicionamento do Otávio. Mas não é pelo Otávio jogar ou não que o Benfica poderá mudar alguma ideia no jogo. Não vai mudar nada», rematou.

David Marques / Benfica Campus, Seixal