Seis vitórias seguidas e sete jogos sem sofrer golos. É este o registo do Benfica até à antecâmara do jogo deste sábado com o Gil Vicente e que os encarnados vão procurar estender neste sábado diante do Gil Vicente no Estádio da Luz.

«O nosso primeiro grande objetivo é somar três pontos, sabendo que não sofrendo golos estamos mais perto de ganhar. É nisso que acreditamos e vamos tentar ser perfeitos como temos vindo a ser até aqui do ponto de vista ofensivo e defensivo. Às vezes não se sofre golos porque se tem sorte e noutras vezes não se sofre porque o adversário não tem possibilidades para criar ações de finalização para fazer golo. E nós queremos trabalhar na segunda observação», disse o treinador do Benfica na antevisão ao jogo da 27.ª jornada da Liga.

Jesus deixou elogios ao Gil Vicente, que ocupa um tranquilo décimo lugar na Liga com 28 pontos e venceu três dos últimos quatro jogos que realizou. «É uma equipa bem organizada, uma equipa com uma intensidade de jogo alta e um jogo agressivo: no bom sentido, como é óbvio! Não é fácil bater esta equipa do Gil Vicente seja fora o seja dentro. Vamos ter um jogo difícil, como temos tido vários jogos no Estádio da Luz. Agora, continuando sempre a pensar que temos capacidade e a obrigação de somar mais uma vitória. O nosso caminho é esse, não há outro caminho, mas estamos preparados para as dificuldades que vamos ter no jogo. Estamos muito confiantes para que possamos somar mais uma vitória», vincou.

Recorde-se que o jogo deste fim de semana será o primeiro de três do Benfica em pouco mais de uma semana, seguindo-se depois uma viagem a Portimão e novo jogo na Luz diante do Santa Clara. Jorge Jesus admitiu fazer alguma rotação para evitar o desgaste acumulado. «Só posso ter uma opinião após o jogo. Pela experiência, sabemos que ao fim de dois ou três dias teremos de mexer na equipa, mas onde e quem não sabemos: só depois dos jogos e de acordo com o que se passou no jogo antes.

David Marques / Benfica Campus, Seixal