Bruno Lage abordou nesta sexta-feira o momento delicado de saúde que Iker Casillas atravessa.

O técnico dos encarnados desejou uma boa recuperação ao guarda-redes do FC Porto, a quem deixou elogios. «As rápidas melhoras e às vezes também sentir que são este tipo de jogadores, com o prestígio e a qualidade que têm, que engrandecem o nosso campeonato. Temos de estar muito felizes por ter um jogador com o currículo e o historial dele no nosso campeonato.

Depois de considerar ainda que o futebol português se uniu em torno do infortúnio de Casillas e de fazer um apelo à pacificação, Lage deixou uma reflexão sobre o assunto.

«Estou aqui perante vós há quatro meses e digo que é dia a dia. É no desporto e na vida. Vejo o exemplo dele, um homem saudável, recheado de título e que num dia normal tem uma situação que o leva a pensar naquilo que é a essência da vida. E todos nós sentimos isso ao longo da vida por vários motivos. Numa situação familiar ou durante o percurso profissional: eu já tive.

E acrescentou: «Aquilo que controlamos é apenas o nosso caminho. E o nosso caminho é dia a dia. Não estar muito preocupado em fazer projeções acerca do nosso futuro e não olhar para o lado para ver o que o nosso adversário ou vizinho têm. Esse caminho, por muito que queiramos que se seja de uma maneira, há sempre um motivo ou outro que nos leva a ter outro rumo.»

Um dia de cada vez, porque o futuro faz parte do desconhecido, frisou. «Nós, que somos mais jovens, ouvimos os mais velhos falar muito disso: que a vida arranja uma maneira, que se não for por este caminho, será de outro, e as coisas que são para ser nossas vão parar às nossas mãos. Acredito muito nisso, mas é um facto: é dia a dia. Não sabemos o que acontece nas próximas horas e nos próximos dias. Na vida, como no futebol, é jogo a jogo e de final em final», rematou.

David Marques / Centro de treinos do Benfica, Seixal