Jorge Jesus, treinador do Benfica, em declarações aos jornalistas após o jogo com o Benfica a contar para a 6.ª jornada da Liga:

[Que explicação tem para o jogo mais apagado de Yaremchuk?]

«Apagado? Em termos de movimentação não concordo muito. Ele fez movimentos para a profundidade que não fez noutros jogos. Teve mais rotatividade em termos de mobilidade do que nos últimos jogos. Não fez golo? Há sempre esse problema num avançado, porque o que caracteriza os avançados, mesmo não jogando muito tecnicamente, se fizerem golo, soma.

Mas ele já joga melhor de costas – não o que queremos, mas melhor – e ele também está a conhecer a equipa. Ele e o Lazaro têm um problema maior do que outros. Não falam português. E tem um ponta de lança ao lado dele que só fala castelhano e não inglês. E os avançados precisam de comunicar. O Pinho, que também chegou, percebe melhor as coisas. Mas acreditamos no valor dele Mostrou no Europeu a qualidade que tinha nos jogos pela Ucrânia. Não foi o irmão gémeo dele: era ele. Ele vai dar a sua rentabilidade. Para mim, ele não fez o jogo negativo que você [jornalista] achou que ele. Já teve momentos não tão fortes como o jogo de hoje.»

David Marques / Estádio da Luz, Lisboa