Rui Vitória, treinador do Benfica, em declarações aos jornalistas após o triunfo sobre o Arouca por 2-1 para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal:

[Equipa voltou a ser contestada pelo público]

«Também houve momentos em que a equipa foi apoiada pelos adeptos e no final esse apoio também se fez sentir no sentido em que acreditaram que era possível fazer um golo. Foi conseguido muito em cima, mas há que valorizar a crença e a persistência.

Vivemos num desporto de emoções. É perfeitamente normal que quem está numa bancada sinta a emoção e queira que as coisas corram como pensa. Temos de aceitar isso e dizer que é fundamental que o Benfica seja um só dentro e fora do campo. E é fundamental que se perceba que neste tipo de jogos, vindo de uma paragem e a dar ritmo a alguns jogadores e ter outros que jogaram há pouco tempo, é natural que isto aconteça.

Vencemos, mesmo com estas condicionantes e estes riscos que tínhamos de correr.»

David Marques / Estádio da Luz, Lisboa