Bill Gates já não é o segundo homem mais rico do mundo. Bernard Arnault é o nome do homem que ocupa agora essa posição no pódio dos mais abastados, com uma fortuna avaliada em 108 mil milhões de dólares (cerca de 96 mil milhões de euros), segundo a lista da Bloomberg.

Só no ano passado, Bernard Arnault acrescentou quase 35 mil milhões de euros à sua fortuna.

O empresário francês, de 70 anos, é dono da LVMH, holding proprietária de marcas de luxo como Luis Vuitton, Christian Dior e Givenchy, assim como da cadeia de lojas Sephora.

Depois do incêndio na catedral parisiense de Notre Dame, em abril, Arnault foi protagonista de uma das três maiores doações para a sua reconstrução. O multimilionário contribuiu com 200 milhões de euros para reerguer o monumento.

De acordo com a Bloomberg, a queda de Gates para o terceiro lugar deve-se precisamente ao trabalho filantrópico. Até agora, o norte-americano já doou mais de 35 mil milhões de dólares (cerca de 31 mil milhões de euros) à Fundação Bill e Melinda Gates, criada pelos próprios para apoiar causas sociais.

No topo da lista mantém-se Jeff Bezos, o CEO da Amazon, cuja fortuna chega aos 125 mil milhões de dólares (aproximadamente 111 mil milhões de euros).