Daniel Ramos, treinador do Boavista, na sala de imprensa, após igualdade (2-2) frente ao Famalicão:

«É fácil falar sobre este jogo. O Famalicão foi melhor na primeira parte, a espaços conseguimos condicionar, mas no geral eles estiveram melhores. Conseguiu encontrar os caminhos para a nossa baliza e nós cometemos alguns erros que nos tirou a confiança. O Famalicão aproveitou bem, pela grande equipa que é e pelo campeonato que está a fazer.

Na segunda parte, foi dizer aos jogadores para continuar a jogar que um golo nos trazia para o jogo. Conseguimos fazer um golo que nos trouxe confiança e tivemos domínio, tivemos mérito, conseguimos ser tranquilos. Ganhámos ascendente e chegamos ao empate. Depois, qualquer equipa podia ter chegado ao golo. Resumindo: foi um grande espetáculo, com duas partes distintas, entre duas boas equipas.

Ao intervalo disse aos jogadores que o pior é o que fica por fazer. O que importava era ir para dentro de campo e fazer o que sabem fazer. Jogar simples, não é nada de novo para eles. O importante era passar-lhes tranquilidade e mostrar que tinham qualidade para fazer mais.

No fim o jogo ficou partido. Eu sentia que a equipa estava bem e até acho que mexi na equipa tarde. Mas com mais tempo, podia ter havido golos para qualquer uma das equipas.»

Nuno Dantas / Estádio Municipal de Famalicão