Goss, 65 anos, cuja nomeação terá de ser confirmada pelo Senado, substitui no cargo George Tenet, que se demitiu em Junho último.

«Ele (Goss) é o homem de que precisamos para dirigir estes importantes serviços num período crítico para o nosso país», disse Bush, intervindo na Casa Branca.

Na avaliação do «número um» norte-americano, o novo director da CIA conhece a agência «em profundidade».

Goss trabalhou na CIA entre 1962 e 1971 e é actualmente presidente da Comissão dos serviços secretos da Câmara dos representantes.

A CIA esteve recentemente sob o fogo cerrado de críticas dos mais diversos sectores da sociedade norte-americana por não ter «sabido» prever os atentados de 11 de Setembro de 2001 e afirmado que o ex-director iraquiano Saddam Hussein possuía armas de destruição maciça.

Desde a demissão de Tenet, a agência tem sido dirigida interinamente por John McLaughlin.