A garantia foi dada à «Agência Financeira» pelo presidente da empresa, Martins de Sousa.

No entanto, o responsável avança que a TvTel «já está há muito a trabalhar nessa área através da aposta no satélite».

«Não estou a dizer que não possamos entrar em negociações com alguém para podermos concorrer. Mais do que uma preocupação, a TDT foi um assunto encarado como evolução natural», disse à «Agência Financeira».

«Já estamos nesta área e queremos ver o que acontece», concluiu.

A TvTel conta que o novo serviço de satélite já vendeu entre 1.500 e 2.000 aparelhos, pouco mais de um mês depois do seu lançamento. A entrada na região da Grande Lisboa também está a decorrer como o previsto, sendo que as estimativas de crescimento apontam para 60 a 70 mil casas cobertas pela rede da TvTel até ao fim do ano.
Rui Pedro Vieira