Vinte de dois ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais dos países ibero-americanos reúnem-se esta segunda-feira, no Porto, para contribuir para uma resposta global à crise.

A Cimeira ibero-americana, que será presidida pelo ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, terá como objectivo debater temas como os princípios comuns da reforma do sistema financeiro internacional, tendo em conta os interesses ibero-americanos, escreve a Lusa.

Em debate estarão também, segundo uma nota do Ministério das Finanças, as medidas de resposta à crise económica e financeira adoptadas pelos governos dos países presentes e o reforço da supervisão e da regulação como estabilizadores do sistema financeiro.

Aproveitando a presença de altos representantes de organizações internacionais como o Banco Mundial, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco Europeu de Investimento (BEI), o encontro vai também discutir o papel das instituições financeiras internacionais no combate à crise e no desenvolvimento da região ibero-americana.

A Cimeira ibero-americana realiza-se um mês antes da cimeira do G20, que reunirá no dia 02 de Abril, em Londres, os chefes de Estado e de Governo dos 20 países mais industrializados do mundo para debater a actual crise económica mundial, nomeadamente um controlo mais rigoroso sobre produtos e mercados financeiros.
Redação / CPS