O actor e realizador Clint Eastwood recebeu, em Paris, esta quarta-feira, uma Palma de Ouro especial dos responsáveis pelo Festival de Cannes, Gilles Jacob e Thierry Frémaux.

O realizador norte-americano encontra-se na capital francesa para promover o seu novo filme intitulado «Gran Torino». A distinção foi entregue à porta fechada, num restaurante da capital francesa.

«Sinto-me muito, muito lisonjeado, e agradeço a Gilles (Jacob), Thierry (Frémauz) e aos membros do conselho de administração de Cannes», disse à imprensa Eastwood, citada pelo agência AFP.

«O cinema nasceu na França, com os irmãos Lumière, e sempre foi considerado aqui como uma verdadeira arte», destacou o realizador, já com a Palma de Ouro nas mãos.

Eastwood está em França para promover a estreia de «Gran Torino», o seu 29º filme, e onde interpreta um veterano da guerra da Coreia, racista e reacionário, descreve a AFP.

O presidente do Festival de Cannes, Gilles Jacob, comparou Eastwood a mestres do cinema mundial como Robert Bresson, Jonh Ford, Roberto Rossellini e Satyajit Ray.

Eastwood já concorreu cinco vezes ao Festival de Cannes e, em 2008, recebeu uma distinção pelo filme «A Troca», pelo qual Angelina Jolie foi nomeada para o Óscar de Melhor Actriz.