em 2002,

“Você estava a conduzir o carro sob a influência de álcool”, afirmou o juiz quando considerou Salman Khan culpado do homicídio.