O filme «Tabu», do realizador Miguel Gomes, foi distinguido esta quarta-feira com o grande prémio do Festival de Cinema de Ghent, na Bélgica, e «As Ondas», de Miguel Fonseca, foi eleito a melhor curta-metragem europeia, escreve a agência Lusa.

O festival só termina no sábado, mas o júri do festival divulgou as distinções esta quarta-feira. «Tabu», o filme de Miguel Gomes, receberá um prémio no valor de 43 mil euros, destinado à exibição, em pelo menos cinco salas, e à promoção, na Bélgica.

Para o júri, «Tabu» mereceu o grande prémio por «uma abordagem muito original de uma misteriosa história de amor, e por uma reflexão criativa sobre a história colonial».

Já o filme «As Ondas», de Miguel Fonseca, que integrava a competição de curtas-metragens do festival, passa a estar automaticamente nomeado para o galardão de melhor curta-metragem da Academia Europeia de Cinema, com a distinção de melhor curta-metragem, em Ghent.

Redação