O único filme português que está na corrida ao prémio máximo do festival de Veneza brilhou na passadeira vermelha. O filme chama-se «As linhas de Wellington» é um épico histórico durante as terceiras invasões francesas.

Em Veneza, juntaram-se para a apresentação, o produtor Paulo Branco, a realizadora Valéria Sarmiento e dez atores do elenco multinacional. Trata-se de uma das produções mais ambiciosas de sempre do cinema português.
Redação / Maria João Rosa