A longa-metragem «A Última Vez Que Vi Macau», de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, recebeu o Prémio da Crítica no 19º no Festival Internacional de Cinema de Valdivia, no Chile, escreve a agência Lusa.

Ao Prémio da Crítica para uma longa-metragem estrangeira recebido no Chile, junta-se a Menção Honrosa do Júri da Competição Internacional do Festival de Locarno, conquistada pelo filme, no passado mês de setembro.

«A Última Vez Que Vi Macau» é uma produção Blackmaria, de Portugal e da francesa Epicentre Films, em coprodução com Le Fresnoy - Studio National des Arts Contemporains, também de França.

Segundo o comunicado da produtora Blackmaria, neste filme, a ficção cruza o film noir com a ficção científica, «entre memórias pessoais e visões do apocalipse», tendo sido rodado em Macau, China e Portugal.

O filme foi ainda selecionado para os festivais internacionais do Rio de Janeiro e de Toronto, assim como os de Nova Iorque e de Busan, na Coreia do Sul, além do de Vancouver no Canadá.

O filme competirá na secção internacional do DocLisboa que abre na próxima semana.

Redação