Um novo anúncio com a atriz britânica Keira Knightley está a gerar controvérsia e foi banido durante a programação para crianças. A Advertising Standards Authority (ASA), reguladora da publicidade no Reino Unido, considerou o anúncio da atriz para um perfume demasiado provocador, com conteúdo «sexualmente sugestivo».

A proibição aconteceu depois de o anúncio para o perfume da marca Chanel ter sido mostrado durante o intervalo do filme «A Idade do Gelo 2: Descongelados». Alguns pais acharam o anúncio demasiado sexual, não sendo apropriado para crianças. A ASA considerou o anúncio apropriado para crianças mais velhas, mas avisa que «o material sexualmente sugestivo é inapropriado para crianças pequenas».

No anúncio, Keira aparece como uma mulher sedutora, que conduz uma mota pela cidade até chegar ao local de uma sessão fotográfica. Enquanto é fotografada, a atriz mantém uma tensão sexual com o fotógrafo, protagonizado por Alberto Ammann. Numa cama, o fotógrafo retira as botas à atriz, que aparece num dos planos, cobrindo-se apenas com um lençol. A relação quase termina num beijo, até que a atriz decide fugir pela janela.

A Chanel já contestou a decisão da reguladora da publicidade do Reino Unido, afirmando que o anúncio não é provocador, mas sim «brincalhão e sensual». A marca francesa alegou ainda que não existe nudez no anúncio e que a tensão sexual é comum nos anúncios para perfumes.