O realizador norte-americano Richard Donner, que dirigiu o primeiro filme do "Super-Homem" (1978) e películas populares como "Os Goonies" (1985) ou "Arma Mortífera" (1987), morreu na segunda-feira, aos 91 anos, anunciou a família.

A viúva de Donner, Lauren Schuler Donner, comunicou a morte do realizador na publicação especializada Deadline, e a produtora do cineasta confirmou a notícia à revista Variety, sem que nenhum deles tenha indicado a causa nem o lugar da morte.

Donner dirigiu algumas das películas mais icónicas da década de 1970 e de 1980, começando pelo filme de terror "The Omen" (1976), na qual aplicou parte dos conhecimentos que adquiriu a trabalhar na famosa série televisiva de mistério “The Twilight Zone”.

Anos mais tarde chegou o seu maior êxito, "Super-Homem", protagonizado por Christopher Reeve, que arrecadou mais de 300 milhões de dólares (cerca de 253 milhões de euros) nos cinemas de todo o mundo, cinco vezes mais do que o valor esperado.

Outro filme que marcou a infância de milhões de pessoas a nível mundial foi "Os Goonies", uma comédia protagonizada por um grupo de crianças que procuravam um tesouro perdido.

"Arma Mortífera" também alcançou grande êxito, com os desempenhos de Danny Glover e Mel Gibson, seguindo-se outros "blockbusters", como “Maverick” (1994), “Teoria da Conspiração” (1997), também com Bill Murray na comédia de Natal "Scrooged" (1988), e com Antonio Banderas e Sylvester Stallone em "Assassinos" (1995).

A Academia de Cinema norte-americana organizou-lhe uma gala de homenagem em 2017, onde Donner assegurou que "ser realizador não foi trabalho, foi sempre um prazer".

Richard Donner nasceu em Nova Iorque, em 1930, estudou ciências empresariais e teatro, começando a carreira como ator, e passando depois a interessar-se pela realização.

/ CP