Chadwick Boseman, que morreu em agosto, não vai ter sucessor no papel de Pantera Negra.

A decisão foi anunciada pela Marvel, que não vai dar continuidade à personagem. A produtora diz querer honrar o legado deixado pelo ator.

O desempenho de Boseman como Pantera Negra é icónico e ultrapassa qualquer interpretação que tenha sido feita da personagem ao longo da história da Marvel. E é por essa razão que não vamos reeditá-la”, disse Kevin Feige, líder da empresa.

No entanto, o primeiro filme, que fez, em menos de um mês, cerca mil milhões de euros em bilheteira, vai mesmo ter uma sequela. A estreia está agendada para o dia 8 de julho de 2022 e o enredo deverá focar-se nas outras personagens.

Para honrar o legado que o Chad nos ajudou a construir, nós queremos continuar a explorar o mundo de Wakanda e todas as personagens ricas e variadas que foram introduzidas no primeiro filme”, garante ainda o presidente da Marvel.

Chadwick Boseman morreu aos 43 anos, vítima de cancro no cólon.

João Faria