Morreu o ator indiano Irrfan Khan, estrela de Bollywood e cara conhecida de muitos sucessos de Hollywood, como "Mundo Jurássico" (2015), "A vida de Pi" (2012) ou "Quem quer ser bilionário?" (2008).

Tinha 53 anos e morreu num hospital de Bombaim, anunciou a sua agência, nesta quarta-feira.

Há dois anos que Irrfan Khan lutava contra um cancro neuroendócrino.

O próprio partilhou publicamente, em 2018, que estava doente, tendo-se deslocado a Londres para iniciar os tratamentos.

O seu último filme foi, precisamente, nesse ano, "Puzzle", da Netfllix. A sua última participação em Hollywood foi "Inferno" (2016). 

De acordo com os seus representantes, Irrfan Khan morreu "rodeado de amor, da sua família, que era o mais importante na sua vida, deixando para trás um legado".

Nas redes sociais multiplicam-se as reações à morte do ator, particularmente de outras estrelas de Bollywood e até de políticos.

Como, por exemplo, a atriz Raveena Tandon, que lembra "um fantástico colega, um ator excelente e um ser humano lindo". "És insubstituível", escreveu, ainda.

Também a superestrela de Bollywood, Amitabh Bachchan, considerou "perturbadora e triste" a notícia da morte de Irrfan Khan, que considerou ser "um talento incrível" que deixou "um grande vazio".

Catarina Machado