João Nicolau de Melo Breyner Lopes, de nome completo, nasceu em Serpa, a 30 de julho de 1940 e faria, esta quinta-feira, 80 anos. Tornou-se conhecido do grande público pelo seu trabalho como ator, mas também assumiu funções de realizador, produtor e, até, apresentador.

Naquele que seria o dia do seu 80.º aniversário, vários amigos usaram as redes sociais para lembrar o ator que morreu em 2016.

Teresa Guilherme, Noémia Costa e Ruy de Carvalho foram alguns dos colegas e amigos de Nicolau Breyner que recordaram o ator e assinalaram a data com posts emotivos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Querido Nico! Hoje irias celebrar 80 anos de vida! Um abraço! 💙

Uma publicação partilhada por Ruy De Carvalho - Ator ↙️ (@ruydecarvalhooficial) a

 

Nicolau Breyner, fazia parte do elenco da nova novela da TVI, ainda em filmagens, "A Impostora", quando foi encontrado sem vida, em casa, a 14 de março de 2016.

Mas o ator fez diversos trabalhos para a TVI dos quais destacamos os papeis, mais recentes, as novelas "O Beijo do Escorpião" (2014), como Henrique Albuquerque e em "Jardins Proibidos" (2014-2015), como Manuel Maria Vasconcelos de Alcântara.

Já no grande ecrã, os seus últimos trabalhos datam também de 2014 com "Virados do Avesso", de Edgar Pêra, e "Os Gatos não Têm Vertigens", realizado por António-Pedro Vasconcelos e escrito por Tiago Santos.

A televisão também fez parte do seu caminho e há muitos momentos para recordar. Como, por exemplo, o programa que criou após o 25 de abril de 1974, denominado "Nicolau no País das Maravilhas" e onde nasceu a rábula "Senhor feliz e senhor contente" que acabaria por lançar um jovem aspirante a humorista, Herman José. 

Em 2009, Nicolau Breyner enfrentou um cancro na próstata, doença que venceu.

Redação / AM