Om Puri, um dos mais aclamados atores indianos, morreu esta sexta-feira. O ator, de 66 anos morreu em casa, em Bombaim, Índia, depois de ter sofrido um ataque cardíaco.

Conhecido pela sua versatilidade, Om Puri brilhou não só em Bollywood, como também em Hollywood, em produções como “City of Joy”, “Wolf”, e “Charlie Wilson’s War”, e no Reino Unido, em filmes como “East is East”.

Natural do estado de Haryana, no norte da Índia, Puri fez a sua estreia no cinema em 1976 no filme indiano "Ghashiram Kotwal".

Aclamado pela crítica, foram muitos os prémios que recebeu ao longo de uma carreira de quatro décadas. Venceu por duas vezes o galardão de Melhor Ator atribuído pelos Prémios do Cinema Indiano.

Em 1990, recebeu a Padma Shri, a quarta maior distinção civil da Índia pelo seu contributo para as artes, e em 2004, uma distinção honorária da Ordem do Império Britânico pelo seu contributo para a indústria cinematográfica do Reino Unido.

Numa mensagem publicada em dezembro, no Twitter, Puri falou sobre a sua carreira, afirmando que não se arrependia de nada.

“Não tenho arrependimentos, de todo. Fiz coisas boas. Não tinha uma cara convencional, mas consegui fazer coisas boas, estou orgulhoso disso.”

É também no Twitter que têm surgido várias reações à morte do ator. O primeiro-ministro indiano, Narenda Modi, usou o microblog para deixar as suas condolências.

Colegas e admiradores também têm partilhado mensagens de pesar.