O ator britânico Andrew Jack, que participou na saga “Star Wars”, morreu infetado com Covid-19. Tinha 76 anos.

Andrew Jack morreu na terça-feira num hospital em Surrey, Inglaterra. A informação foi confirmada pela sua agente, Jill McCullough, em comunicado.

Na mesma nota, é explicado que, na semana passada, a mulher do ator voou da Nova Zelândia para a Austrália, onde teve de ficar em quarentena. Por isso, não conseguiu despedir-se do marido.

Tragicamente ela ficou em quarentena na Austrália, depois de ter voado da Nova Zelândia na semana passada. Ela não teve a oportunidade de falar com ele no final da sua vida.”

Andrew Jack participou em vários filmes da saga “Star Wars” quer à frente do grande ecrã, como ator, quer atrás das câmaras, como consultor e narrador. Nos episódios VII e VIII da saga, “O Despertar da Força” e “Os Últimos Jedi”, deu vida ao general Ematt.

Trabalhou como ator de dobragens em várias produções de televisão e foi “coach” de voz de várias estrelas em filmes de sucesso como “Guardiões da Galáxia”, “O Senhor dos Anéis”, “Os Vingadores”, "Robin Hood", "Sherlock Holmes,", "Alien vs. Predator."

Atualmente, estava a trabalhar no próximo filme sobre o Batman, que deverá estrear em 2021 e que será protagonizado por Robert Pattinson.

/ SS