Salma Hayek revelou, numa entrevista via Zoom à revista Variety, que esteve infetada com covid-19 e experienciou alguns dos sintomas mais severos da doença.

A atriz mexicana de 54 anos disse que foi infetada no início da pandemia, na primavera de 2020 e acabou por ficar cerca de sete semanas isolada numa divisão da habitação em que vive, em Londres, juntamente com o marido, François-Henri Pinault, e a filha de 13 anos, Valentina,

O meu médico implorou-me para ir para o hospital, porque estava mesmo muito mal. Respondi-lhe: Não obrigado, prefiro morrer em casa”, diz Salma Hayek.

Salma Hayek chegou mesmo a ter de receber oxigénio devido aos efeitos da covid-19 e confessa que ainda não está completamente recuperada.

Nas redes sociais, a atriz mexicana partilhou um vídeo em que aparece a fazer vários testes de despista ao novo coronavírus.

Hayek junta-se assim ao leque de estrelas de Hollywood que já contraíram SARS-CoV-2. Em meados de marços de 2020, também os atores e produtores Tom Hanks e Rita Wilson anunciaram que tinham sido infetados pelo novo coronavírus.

Nuno Mandeiro