Uma nova longa-metragem terá sido roubada aos estúdios Walt Disney. O anúncio, segundo o The Hollywood Reporter, foi feito pelo CEO da empresa, Bob Iger, durante uma reunião com funcionários do canal ABC, em Nova Iorque.

Os terroristas informáticos, segundo a publicação norte-americana, pedem que lhes seja paga uma quantia monetária através de “bitcoins”, um meio de pagamento online. Se o valor estipulado não for pago, os hackers ameaçam revelar o filme.

Bob Iger terá dito aos funcionários da ABC, na segunda-feira, que foi pedida “uma grande quantia de dinheiro”. Os hackers ameaçam revelar cinco minutos do filme no início e, de seguida, de 20 em 20 minutos, até que seja pago o “resgate” na sua totalidade.

O CEO da Walt Disney terá dito aos funcionários que a empresa norte-americana não pretende pagar o "resgate". O FBI está a investigar o caso.

O Deadline Hollywood sugere que o filme roubado pode ser o “Piratas das Caraíbas 5”, com estreia marcada para a próxima sexta-feira.