Pelo menos três mulheres acusam o ator e comediante Chris D'Elia de expor os órgãos sexuais perante elas, sem as mesmas consentirem, em diferentes ocasiões. De acordo com a CNN, entre as mulheres que acusam o ator, estão Megan Drust e Laura Vitarelli. Há ainda uma terceira mulher que prefere manter o anonimato.

O caso de Megan Drust, relata a CNN, remonta já a 2011. A atriz conta que D’Elia lhe pediu boleia até casa, desde um restaurante onde ela se encontrou com o ator e um amigo comum. Megan diz que a boleia nunca chegou a acontecer, mas quando Chis D’Elia entrou no carro dela, desapertou o fecho das calças e mostrou-lhe o órgão sexual.

Megan, que tinha 26 anos na altura, diz que conhecia Chris. Já tinha estado com ele uma meia dúzia de vezes e o tinha “marcado como seguro”. Por isso, quando ele lhe pediu boleia, não hesitou em responder de forma afirmativa.

Ele era amigo de alguns dos meus amigos. Isto foi muito antes de toda a gente começar a usar o Uber e eu tinha-o marcado como seguro. Já tinha estado com ele antes e é o que fazemos. Marcamos certas pessoas como seguras”, contou Megan Drust à CNN.

Entrámos no carro e eu perguntei para onde era para ir. E o Chris estava encostado na porta do lado do passageiro e olhava para mim de uma forma muito estranha e começou com uma conversa muito estranha. Fiquei muito confusa, porque não era adequado à situação. Então ele baixou o fecho das calças e pediu-me para o tocar e eu disse: 'O que estás a fazer? Não.' E porque eu não queria tocá-lo, ele começou a masturbar-se. Eu não conseguia acreditar."

A atriz saiu do carro. Diz que se lembra de lhe ter perguntado o que estava ele a fazer. Conta ainda que teve medo de o enfurecer, mas que se recorda de ele ter atingido o climax sexual e depois fechado as calça e de lhe ter perguntado o que havia de errado com ela. 

Laura Vitarelli já tinha contado a sua história ao Los Angeles Times e agora confirma-a à CNN. Também ela diz que o ator e comediante expôs os seus órgãos sexuais perante ela, sem que ela lhe tivesse dado permissão para isso.

História semelhante é contada pela outra mulher que pede anonimado.

Através do seu advogado, citado pela CNN, Chris D'Elia nega todas as acusações e refuta “veementemente que alguma vez tenha tentado qualquer ato sexual com uma mulher sem o seu consentimento”.

Chris D’Elia é conhecido pelo seu trabalho em stand-up comedy e pela sua participação em séries da Netflix, que já o substituiu num projeto que está a ser preparado, depois de uma reportagem do Los Angeles Times, onde pelo menos cinco mulheres o acusavam de conduta sexual imprópria. O ator também nega estas acusações.

Manuela Micael