A sexta filha do realizador Steven Spielberg e da atriz Kate Cashaw, Mikaela George Spielberg, assumiu, aos 23 anos, que prepara uma carreira na pornografia.

Sou um ser sexual", afirmou a jovem, em entrevista ao tabloide The Sun, divulgada esta quarta-feira.

Mikaela, que não vive com os pais adotivos há cinco anos (foi adotada com um mês de vida), depois de se mudar para Nashville, no Tennessee, aguarda apenas uma licença para poder trabalhar na área.

Cansei-me de não poder capitalizar o meu corpo e de me dizerem que não podia gostar do meu corpo. Também me cansei de trabalhar dia após dia de uma forma que não me alimentava a alma. Queria fazer este tipo de trabalho, de satisfazer outras pessoas. É algo que me faz sentir bem, porque não me sinto violada", explicou.

No início do mês já tinha levantado o véu sobre a possibilidade de fazer carreira na indústria de filmes para adultos, chegou a publicar alguns vídeos caseiros na plataforma PornHub, que acabaria por retirar por não ter licença como trabalhadora sexual, mas agora assume a escolha sem reservas.

Uma escolha que anunciou, com algum receio, aos pais, no último fim de semana. No entanto, segundo a própria, Steven Spielberg e Kate Capshaw manifestaram-se "intrigados, mas não chateados".

Para eles, a prioridade é sempre a minha segurança", revelou.

Mikaela, que já escolheu o nome pelo qual quer ser conhecida na indústria - "Sugar Star" ("Estrela de Açúcar, na tradução literal), não tenciona, contudo, participar em cenas sexuais com outras pessoas, "por respeito" ao namorado, preferindo centrar-se no fetichismo, a solo.