As salas de cinema da NOS vão reabrir no próximo dia 2 de julho, sendo essa a data que a empresa considera estarem reunidas as condições para um regresso em segurança, depois do encerramento das salas de todo o país, devido à pandemia de Covid-19. As salas de cinema da NOS foram encerradas a 16 de março.

Em comunicado a que a TVI teve acesso, a empresa garante que a reabertura será feita de acordo com as regras de segurança, que foram certificadas após análise externa do Instituto da Soldadura e Qualidade.

Os espaços geridos pela NOS vão passar a ter o selo "Safe Places. Safe People", que atesta a qualidade e a segurança do serviço, e que só é emitido após a realização dos serviços de monitorização e implementação dos procedimentos previamente aprovados. Esta certificação tem a validade de um ano, e serão realizadas auditorias de acompanhamento com uma periodicidade trimestral.

Todos os complexos da NOS Cinemas estão em cumprimento com as medidas de saúde e segurança definidas pela Direção-Geral da Saúde", ressalva a empresa.

Regras de segurança em vigor nas salas de cinema NOS

A partir de 2 de julho, as salas de cinema da NOS vão reabrir com as seguintes regras:

  • salas desinfetadas por nebulização;
  • reforço de limpeza das salas e dos espaços comuns;
  • monitorização online e permanente dos sistemas de ventilação e qualidade de renovação do ar;
  • uso obrigatório de máscara por colaboradores e clientes;
  • gel desinfetante em vários pontos;
  • circuitos diferenciados de circulação de entradas e saídas e sinalética própria;
  • lugares marcados com distanciamento de segurança de um lugar (alternados e desencontrados na fila);
  • eliminação de intervalos;
  • horários das sessões mais espaçados para garantir o reforço da higienização das salas entre cada sessão.

O sistema de bilheteira também foi adaptado, e ajusta, de forma dinâmica, as distâncias de segurança entre os lugares marcados.

A empresa recomenda a compra de bilhetes e de todos os produtos do bar através da aplicação móvel, seja por forma antecipada ou no local. Todos os pontos de venda estarão equipados com doseadores de gel desinfetante e toalhetes. Foram também instalados painéis de proteção em acrílico na zona dos bares e bilheteiras.

A NOS garante que estas medidas conferem "total segurança na permanência dentro dos seus espaços".

 

A reabertura das salas de cinema da NOS com uma programação diversificada com novos filmes em estreia representa, de forma responsável, um passo importante na dinamização do setor da cultura e entretenimento em Portugal. Estamos confiantes nas medidas que aplicámos para garantir a todos uma experiência de cinema completa e segura e da qual todos têm, certamente, muitas saudades”, refere Pedro Carmo, da NOS CInemas.

O lema da NOS é "Vamos voltar ao cinema em segurança".

Preços reduzidos

Tendo em conta a falta de oferta, uma vez que grande parte da indústria paralisou devido à pandemia, a NOS vai aplicar preços reduzidos nos bilhetes até ao dia 22 de julho. O acesso a uma sessão normal custará cinco euros, enquanto as salas com formatos inovadores -  IMAX, 4DX, ScreenX e XVision - terão um preço de sete euros.

Os bilhetes já se encontram à venda e podem ser adquiridos através da aplicação móvel NOS Cinemas ou no site cinemas.nos.pt

A 2 de julho reabrem 209 salas em 29 complexos de cinema NOS em todo o país. Recorde-se que NOS tem inovado na experiência de ir ao cinema com salas em formato IMAX, 4DX, projeção laser e som atmos e o mais recente conceito de ScreenX (ecrã 270º) ou a sala de grande formato NOS XVision do NorteShopping.

Com a reabertura chega também a novidade do aumento de salas com projeção laser. Passam a ser 28 as salas com este sistema, que estarão disponíveis nos cinemas do Centro Comercial Colombo, em Lisboa, do Forum Almada e do MAR Shopping, em Matosinhos.

Este novo sistema confere uma melhor definição, maior luminosidade e uma melhoria nos contrastes até quatro vezes, permitindo ao espectador uma melhor experiência na visualização dos filmes.

António Guimarães