O mundo desportivo na Colômbia está de luto. Jorge Felipe Tobón Sánchez. ex-jogador da seleção de hóquei em patins foi assassinado na cidade de Cali enquanto corria com a companheira no morro das Três Cruzes.

Durante o exercício, Tobón foi interceptado por três agressores, que procuraram assaltar o desportista e tentaram violar a companheira. Segundo algumas testemunhas, o antigo internacional combateu os agressores.

A mulher conseguiu entretanto fugir para pedir ajuda, mas quando regressou ao local do crime com outras pessoas, encontrou o namorado morto. De acordo com a polícia, o desportista perdeu a vida após ataques com arma branca e pedradas na cabeça.

A partir desse momento, a polícia iniciou uma operação aérea e terrestre para capturar os suspeitos, que foram encontrados com o apoio de um helicóptero quando tentavam fugir do local. Os agressores tinham já cadastro e foi-lhes apreendida uma arma branca, segundo o comandante da Polícia Metropolitana, Juan Carlos Rodríguez.

“O assassinato de um jovem atleta no morro é uma situação muito dolorosa que condenamos veementemente e, embora alguns dos envolvidos tenham sido capturados, nunca poderemos trazer de volta à vida um jovem cujo único propósito era praticar desporto”, disse o autarca de Cali, Jorge Iván Ospina.
 

Jorge Felipe Tobón praticava hóquei desde os 13 anos, desporto que o levou a ingressar na Seleção Colombiana.

Redação / HCL