O Presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu esta segunda-feira que «não vai deixar desaparecer a indústria automóvel», ao anunciar um plano de recuperação do sector, que inclui ajudas aos construtores e incentivos à compra.

Obama diz que sobrevivência da Chrysler é «mais difícil»

«Não podemos, não devemos e não deixaremos desaparecer a nossa indústria automóvel», declarou Obama,noticia a Lusa.

Obama advertiu, no entanto, que «há empregos que não poderão ser salvos e fábricas que não vão reabrir», quando os grupos General Motors e Chrysler, apoiados pelo Estado, tiverem que fazer «escolhas difíceis».

A crise do sector automóvel norte-americano deve-se a «erros de direcção» cometidos pelos construtores de Detroit (Illinois) e pelo governo norte-americano, considerou.
Redação / LF