Delmiro Carreira adiantou que a greve «é necessariamente um dos pontos que vão ser discutidos. Vamos discutir o assunto, vamos fazer uma deliberação de um ou outro especialista dessa matéria, caso a posição do Ministro das finanças se concretizar pode efectivamente levar o sindicato a apoiar se os trabalhadores estiverem nesse sentido, apoiar uma greve».

Sobre o teor da reunião, o presidente do SBSI adiantou que «a contestação surge na medida em que acharmos que o fundo de pensões da Caixa Geral de Depósitos não pode servir para a cobertura do défice do orçamento de Estado de 2004. E depois em 2005 já não à fundo de pensões e é provável que continue a haver défice».

O SBSI adianta que «tem seguido com toda a atenção e preocupação a intenção anunciada pelo ministro das Finanças de integrar o fundo de pensões da Caixa Geral de Depósitos na Caixa Geral de Aposentações.»

Na reunião, o sindicato quer discutir com os trabalhadores quais as medidas que lhes parecem mais adequadas para combater a intenção de Bagão Félix.