A PPG, empresa norte-americana de fabrico de tintas, anunciou que irá despedir 2.500 pessoas e fechar mais fábricas num novo esforço de redução de custos que pretende poupar à empresa mais 140 milhões de dólares anuais.

Em comunicado citado pela Lusa, o presidente da empresa, Charles Bunch, afirmou que os cortes mais profundos serão aplicados nas unidades de pintura automóvel e industrial, que estão a sofrer uma forte queda na procura desde o início da crise económica.

A empresa espera que as medidas planeadas consigam uma poupança de 60 milhões de dólares, antes de impostos, durante este ano e aumentar até uma poupança anual de 140 milhões de dólares a partir de 2010.

A PPG estima em 160 milhões de dólares o custo deste plano de redução de custos.