O comentador analisou a decisão do Sporting de cortar o apoio à Juve Leo e ao Directivo XXI, recordando que a Curva Sul (local no estádio destinado aos grupos organizados de adeptos) tem quatro claques, mas a rotura é apenas com os dois principais grupos, questionando ainda se o corte do apoio às claques também vai incluir a expulsão das instalações cedidas e como vai ser conduzido esse processo.

Rui Pedro Braz acredita que era necessária uma conferência de imprensa da direção ou do Oficial de Ligação de Adeptos a explicar em mais detalhe e a responder a estas dúvidas.

Amanhã será o grande teste depois desta decisão, uma vez que o Sporting defronta o Oliveirense no Pavilhão João Rocha. Rui Pedro Braz defende que Frederico Varandas e toda a direção têm de marcar presença no pavilhão, para não mostrar fragilidade e fraqueza num momento tão delicado.

Quanto à Taça de Portugal, competição de que o Sporting foi eliminado aos pés do Alverca, Rui Pedro Braz acredita que Luan foi bem utilizado no jogo contra o Sporting, na Taça de Portugal, mas a expressão "suspenso preventivamente" nos regulamentos pode levar a entendimentos diferentes, razão que levaram o Sporting a apresentar o recurso.

Rui Pedro Braz considera que o Sporting não pode levar um banho de bola de uma equipa do Campeonato de Portugal, perder o jogo dentro das quatro linhas e depois querer ganhar na secretaria. Além disso, os leões correm o risco de perder duas vezes, além do ridículo de querer ganhar na secretaria a uma equipa do terceiro escalão, embora compreenda a razão por que decidiram avançar com o recurso.

O comentador criticou ainda o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol por não ter reunido na quinta-feira para decidir sobre este tema.

Ainda sobre a 3.ª eliminatória da competição rainha do futebol português, Rui Pedro Braz comentou o facto de sete equipas da primeira liga terem sido eliminadas da Taça de Portugal por equipas do Campeonato de Portugal e da 2.ª liga.

O comentador sublinhou que há qualidade nesses dois escalões, mas lamentou que o nivelamento da qualidade do futebol português se faça por baixo. Para Rui Pedro Braz, a primeira liga deve ser a elite do futebol português, ao nível da Premier League, liga espanhola, Serie A ou Bundesliga.