O Benfica está a ter uma das épocas mais atípicas de que há memória e o plantel encarnado parece longe de estar feito. Uma das incertezas prende-se na continuidade ou não do guarda-redes Vlachodimos, que perdeu a titularidade para o português Hélton Leite.

Odysseas está na mira do Dortmund e a imprensa alemã aponta para um negócio que poderá rondar os 20 milhões de euros. Rui Pedro Braz lembrou que o jogador chegou ao Benfica por condições “muito favoráveis” e “muito abaixo daquilo que seria o seu valor de mercado”, no entanto, a incapacidade de se afirmar no Benfica de Jesus poderá fazer com que abandone o clube.

Luís Vilar assume-se chocado” com a condição de suplente de Vlachodimos e afasta o jogador da atual forma do plantel encarnado, sublinhando que “se há alguém que passa ao lado da má temporada do Benfica é Vlachodimos”.

Também nos encarnados há um regresso que pode estar para a acontecer. Trata-se de Matic, médio sérvio que brilhou no Benfica de Jorge Jesus. Para Rui Pedro Braz a apostas em jogadores acima dos 30 anos devem ser pontuais.

Matic encaixaria em qualquer equipa da Liga portuguesa. Mas não me parece que faça qualquer sentido. Tem 32 anos e tem um salário incomportável para qualquer bolsa de um clube português”, sublinhou.

Conceição poderá rumar a Itália

Em Itália circula a informação do interesse de vários clubes em contratar o técnico do FC Porto, que acabou de eliminar o gigante italiano de Turim da Liga do Campeões. A Lazio já tinha demonstrado o seu interesse, mas agora a Fiorentina parece estar a desenvolver esforços para conseguir contratar do treinador português.

Antes de eliminar a Juventus, já havia muita gente a fazer o funeral a Sérgio Conceição”, recordou.

No entanto, o comentador da TVI garante que a continuação do treinador no comando técnico dos dragões só depende de Sérgio Conceição.

Se Sérgio Conceição quiser renovar por dez anos com o FC Porto, renova por dez anos", explicou.

João Guerreiro Rodrigues / JGR