O mercado de verão fechou, mas atividade continua nos lados da luz e do dragão, que já acertaram transferências para o mercado de inverno. Benfica contratou Lucas Veríssimo e FC Porto assegurou a contratação de Pepê.

Estamos a falar de dois jogadores com qualidade diferenciada. São dois dos jogadores mais cobiçados no Brasil”, afirmou Rui Pedro Braz. “Em condições normais Lucas Veríssimo e Pepê seriam muito difíceis de resgatar.”

Para o comentador a chegada de Pepê ao FC Porto são boas notícias para os azuis e brancos, que garantem “um dos jogadores jovens mais promissores” do campeonato brasileiro por “apenas” 12 milhões de euros.

Já o Benfica compra um “jogador feito” por seis milhões e meio de euros, que deverá garantir uma boa opção para o eixo central da defesa encarnada.

O valor da contratação de Lucas Veríssimo é uma pechincha”, frisou.

Tiago Mendes já está fora de Vitória

O treinador do Vitória de Guimarães abandonou o comando técnico da equipa no terceiro jogo do campeonato. O técnico comunicou por via telefónica aos dirigentes vimaranenses o seu desejo de abandonar o projeto.

Rui Pedro Braz sublinhou que o jogador é acarinhado transversalmente por todos os adeptos de futebol e que teve uma carreira “imaculada”, tendo sido campeão em vários dos principais campeonatos portugueses.

Eu fui um dos que se atravessou pela contratação de Tiago Mendes no Vitória de Guimarães”, lembrou o comentador. “Mas que grande facada.”

O comentador recordou que o treinador aceitou a visão do projeto vimaranense, que passava por contratar e desenvolver jovens jogadores com potencial. Chegado ao clube, terá identificado a falta de experiência do plantel, e pediu a contratação de Bruno Varela, Sílvio e Ricardo Quaresma, todos pedidos aceites pela direção.

Tenho muito respeito pelo Tiago, mas só consigo olhar para isto como uma manifestação de insegurança”, explicou. “Tenho esperança que faça uma grande carreira como treinador, mas começou muito mal. É ridículo um treinador abandonar à terceira jornada.”

Benfica “roubou” desejo de Villas-Boas

Foi uma das contratações mais sonantes do Benfica esta temporada. Agora, o jornal desportivo francês L’Equipe avança que o Marselha de André Villas-Boas terá feito uma proposta de 18 milhões de euros uma semana antes do atacante uruguaio Darwin Núñez assinar pelos encarnados.

O Marselha queria Darwin Núñez, mas acabou por rumar ao Benfica”, explicou. “O uruguaio era o ponta de lança que André Villas-Boas queria.”

Cândido Costa justificou a decisão final do jogador em rumar ao Benfica com a relação de proximidade que Jorge Jesus tinha com o dono do clube.

/ JGR