Jorge Jesus conta mesmo com Andreas Samaris para atacar a época. Foi o treinador português quem trouxe o grego para o Benfica, e pretende que o jogador faça parte do plantel. As notícias de negociações com o Huesca não passam de rumores, e o atleta pode ganhar espaço nesta nova temporada.

Depois de ter sido muito pouco utilizado com Bruno Lage, Samaris pode ganhar peso no plantel, até porque é um dos jogadores na condição de capitão. Atualmente encontra-se com uma pequena limitação física, mas a sua recuperação deverá estar para breve.

Agora que a época já começou oficialmente, Jorge Jesus começa a arrumar a casa e já ordenou a dispensa de alguns jogadores.

Alguns dos jovens que se estrearam na equipa em 2019/2020 parecem ter perdido espaço, e podem descer à segunda equipa ou sair para rodar. São os casos de Jota, Tomás Tavares e David Tavares, que não contam mesmo para a nova época depois de terem sido lançados por Bruno Lage.

Sporting só contrata mais um

Apesar de Rúben Amorim querer mais um avançado e mais um central, o Sporting já só deve contratar mais um extremo, jogador que deve fechar o plantel. Por trás desta decisão estão a falta de liquidez dos leões e também a qualidade do atual plantel, que a estrutura entende ser suficiente até janeiro, altura em que poderá existir um novo ataque ao mercado.

Mas a grande preocupação do clube de Alvalade é a covid-19, depois de o plantel ter sido atingido por um surto que coloca pelo menos sete jogadores fora das contas para os treinos.

A esperança da direção leonina é que a UEFA encurte a duração da quarentena para dez dias, para que o Sporting possa assim defrontar o Aberdeen na 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa.

Mexidas no ataque do Braga

Depois de avanços e recuos, Paulinho deve estar mesmo de saída do Sporting de Braga. O avançado português deverá conhecer o seu futuro nos próximos dias. Para o seu lugar pode chegar Scamacca, atacante do Sassuolo que volta ao radar dos bracarenses.

Por resolver continua a questão de Rúben Amorim, mas António Salvador acredita que o Sporting não vai falhar o acordo e que vai pagar o dinheiro devido pela cláusula de rescisão do treinador.

O presidente do Sporting de Braga explicou que fez um ultimato aos leões para que a dívida seja liquidada.

Redação