No Sport Lisboa e Benfica houve relatos de um desentendimento entre o técnico Jorge Jesus e o médio alemão Julian Weigl. Em causa terá estado uma troca de palavras entre ambos durante um treino devido à forma expressiva com que o treinador encarnado se manifesta.

Quem não aguenta os gritos de Jorge Jesus durante o treino ou tem de mudar de clube ou de profissão”, afirmou Rui Pedro Braz. “O mister Jorge Jesus vive o treino como vive o jogo. Quando tem de corrigir alguma coisa, não vai estar com ‘falinhas mansas’.”

Para o comentador da TVI24, o episódio é um incidente normal no mundo do futebol. Depois de Jorge Jesus ter feito uma correção do ponto de vista tático ao jogador.

O que aconteceu foi apenas uma chamada de atenção perfeitamente normal”, frisou. “Não há qualquer desentendido entre os dois.”

Fim da linha de Florentino Luís no Benfica?

Florentino pode estar de saída do Benfica. O médio não tem sido opção para Jorge Jesus e já chegaram várias propostas de empréstimo pelo jovem encarnado.

A jovem promessa chegou a ser titular com Bruno Lage e, para Cândido Costa, esse pode ser um dos motivos por detrás da vontade que o jogador tem de abandonar o clube da luz.

Florentino provou do que era doce e viu do que era capaz. Andou de Ferrari e viu que tinha mãos para conduzi-lo e agora tiraram-lhe isso tudo.”, explicou o comentador. “A frustração que ele sentirá deve ser muito grande.”

Cândido Costa recordou ainda que o jogador “é capaz de dar resposta” e, por várias vezes, foi capaz de aguentar a pressão de jogar num clube que disputa os primeiros lugares do campeonato nacional.

Jogou sobre brasas na luta do título com o FC Porto e deu provas de que é capaz.”, sublinhou. “Se ele sentir que está a lutar contra uma parede, deveria sair.”

Jovane mantém-se nos planos de Amorim

No Sporting, fala-se de uma alegada proposta de 20 milhões de euros feita pelo Southampton por Jovane Cabral. O jovem cabo-verdiano ainda tem o futuro incerto no clube, apesar do desejo de Ruben Amorim de aproveitar o talento do jogador.

A grande notícia é que não chegou qualquer proposta por Jovane Cabral”, revelou Rui Pedro Braz. “Por 15 milhões o Sporting já vendia o Jovane Cabral.”

Em causa não está o valor do talento do jogador, nem a influência que o jogador poderá ter na equipa comandada por Rúben Amorim, mas devido às necessidades financeiras dos leões.

FC Porto pode ficar sem Alex Telles

No Futebol Clube do Porto também há jogadores que poderão estar de saída. O lateral esquerdo Alex Telles tem uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros, mas o seu contrato acaba dentro de três meses e poderá sair livremente.

Para Cândido Costa, a qualidade do jogador justifica um “all-in” por parte dos dirigentes para tentarem manter aquele que é o defesa com mais golos da história dos dragões.

Alex Telles tem fibra de jogador à Porto”, referiu. “Há já algum tempo que o FC Porto tem um jogador que faça um pleno de carreira ao serviço do FC Porto. Alex Telles podia ser esse jogador.”

O comentador da TVI24 recorda que apesar de “tudo se conjugar”, falta o “ok” da vertente financeira. Algo que, para Cândido Costa, fará com que o negócio não avance.