Rui Pedro Braz analisou, no Mais Bastidores, a dificuldade do Benfica em marcar: só conseguiu marcar nos últimos minutos frente ao Leipzig e Moreirense e não conseguiu fazê-lo frente ao Vitória de Guimarães.

Quem atravessa um momento menos bom é Raul de Tomas: o avançado está há 997 minutos sem marcar... Para o comentador, é muito tempo para um avançado estar sem marcar, ainda para mais um que chegou à Luz por 20 milhões de euros.

Com Gabriel recuperado, Bruno Lage deverá aproveitar para lançar o médio no onze titular do Benfica. O técnico tem duas opções: ou tira Taarabt para Gabriel entrar, operando assim uma troca direta; ou tira um dos avançados - Raul de Tomas ou Seferovic - e Taarabt sobe no terreno.

Descontentamente no ninho da águia

Os adeptos do Benfica começam a mostrar algum descontentamento com a equipa e Bruno Lage pediu calma no final do jogo com o Vitória de Guimarães.

Rui Pedro Braz considera que derrota na Liga dos Campeões deixou mossa, mas lembra que o Benfica ganhou a Supertaça de goleada frente ao Sporting, é o campeão em título e segue nos lugares da frente e, por isso, não compreende esta contestação.

Sobre a contestação dos adeptos, o comentador acredita que Bruno Lage comunica muito bem com os adeptos, o que o ajuda a fazer chegar a mensagem aos benfiquistas.

Além disso, foram afixadas durante a noite duas tarjas, no Estádio da Luz e no centro de estágios do Benfica, a contestar a direção de Luís Filipe Vieira. Rui Pedro Braz antevê algum descontentamento na assembleia geral marcada para esta noite, isto se os autores das tarjas comparecerem na reunião magna.